Comerciante morre no Hospital do Juruá com suspeita de dengue hemorrágica

0

A comerciante Neiva Nascimento, de 42 anos de idade, morreu na madrugada desta quarta-feira (06) com suspeita de uma dengue hemorrágica. A mulher passou sete dias internada no Hospital do Juruá, teve alta, mas retornou novamente para unidade de saúde com os sintomas agravados. Na segunda entrada no hospital, a vítima foi internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), devido o grave estado de saúde.

De acordo com o pai de Neiva, Carlito Ribeiro, a filha reclamava de fortes dores na parte do tórax.

“Ela ficou uma semana internada, foi liberada e voltou para casa, voltou a piorar na terça-feira, quando retornou para o hospital e ao chegar lá o doutor falou que não tinha mais jeito, pois as plaquetas dela estavam muito baixas, deu a dengue hemorrágica. Ela chegou a ser internada na UTI, sentindo muita dor”, relatou o pai.

Os médicos informaram para família que Neiva morreu em decorrência de dengue hemorrágica, no entanto o setor de epidemiologia da Prefeitura Municipal de Cruzeiro do Sul, responsável pela coleta desses dados, informou que aguarda os resultados de exames para comprovar se a morte se deu em razão da dengue hemorrágica.

Com informações do Juruá Online

Comentários

comentários