Cabo da PM é morto com tiro no pescoço durante abordagem policial

Suspeito teria conseguido pegar a arma do policial e atirado

0
Corpo do policial foi conduzido ao IML
Corpo do policial foi conduzido ao IML

O cabo da Polícia Militar do Acre (PM/AC), Alexandro Aparecido dos Santos, 36 anos, morreu na manhã desta segunda-feira (15) após ser atingido com um tiro no pescoço durante uma abordagem policial no bairro Floresta, em Rio Branco.

O suspeito estaria dentro de um veículo abordado por homens da PM nas proximidades da Igreja São Peregrino.

De acordo com informações da polícia, Alexandro estava há mais de seis anos prestando serviços à PM do Acre.

O comandante da PM, coronel Júlio Cesar, disse que as primeiras informações que chegaram até o comando da PM é que ao realizar uma abordagem de rotina o suspeito teria tomado a arma do policial e atirado no pescoço da vítima, que ainda foi socorrido, mas não resistiu ao ferimento.

Cabo Alessandro estava há seis anos na PM/Foto: Arquivo pessoal
Cabo Alexandro estava há seis anos na PM/Foto: Arquivo pessoal

“A informação que tenho é que foi mais uma abordagem de rotina em que nossos policias agem atentamente e ai não vou dizer que foi um erro, mas em algum momento pode acontecer isso. O policial trabalha com arma na cintura e lidamos com bandidos”, disse o comandante.

De acordo com informações do comandante da PM, o suspeito foi preso e conduzido à Delegacia de Flagrantes para os devidos procedimentos.

O policial chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, mas não resistiu ao ferimento e morreu a caminho do Pronto Socorro. O corpo do policial foi conduzido ao Instituto Médico Legal.

Com informações do repórter Davi Sahid

Comentários

comentários