Seja um solucionador de problemas em seu ambiente de trabalho

0

“Você só é lembrado por duas coisas: os problemas que você resolve, ou aqueles que você provoca.” (Mike Murdock)

Adriano Gonçalves

Ouço diariamente reclamações de pessoas insatisfeitas com a vida e também com o ambiente de trabalho. Muitas reclamações que ouço vêm de profissionais que realizam muito bem seus ofícios, mas estão desapontados por motivos óbvios: conflitos internos e externos. Como determinar a melhor maneira de fazer os funcionários trabalharem bem em conjunto? Como fazer a equipe dedicar-se a novos projetos sem que os conflitos internos e externos prejudiquem o crescimento da empresa?

Muitos aspirantes ao mercado de trabalho buscam trilhar uma carreira brilhante. Almejam prosperar, ambicionam as melhores empresas do país e do mundo, querem os melhores salários e desejam abrir seus próprios negócios. Mas o preparo precisa ser maior que a vontade de vencer. São inúmeras as exigências no mercado de trabalho. E o mercado está mais exigente quanto à qualificação dos profissionais.

Hoje, não basta ser especialista, é fundamental saber lidar, também, com conflitos dentro das empresas. Os conflitos fazem parte das relações de trabalho, porém, em muitos casos podem comprometer o dia a dia.

Os problemas pessoais são os maiores causadores de conflitos. Erros poderiam ser evitados se os funcionários trabalhassem de forma mais harmoniosa. O trabalho em equipe, a existência de canais abertos de comunicação e o saber escutar são noções de inteligência social.

Infelizmente, deparamo-nos com ambientes extremamente hostis causados por um péssimo temperamento, trabalhadores intimidados ou chefes arrogantes. São dezenas de outras variedades de deficiências emocionais, encontráveis no local de trabalho.

Existe um custo dessa deficiência. Aqueles que estão do lado de fora nada sentem, mas há comprovações em erros e acidentes, aumento de perdas de prazo e êxodo de funcionários para ambientes em que se sintam melhores.

Afinal, como ser um solucionador de problemas em seu ambiente de trabalho?

Primeiramente, precisamos identificar e definir a situação-problema. Segundo Albert Einstein, “A felicidade não se resume na ausência de problemas, mas sim na sua capacidade de lidar com eles”.

Jacob Petry diz que: “A iniciativa é como um aquífero gigante de onde brotam todas as características necessárias para uma vida extraordinária. Ela define todos os nossos resultados”.

Sonhar com a inexistência dos problemas é a ambição de muitos, mas sabemos que é impossível viver sem eles. Quando focamos neles, reduzimos nossa capacidade de solucioná-los. Nem tudo o que queremos acontece do jeito que prevemos. Problemas nas empresas acontecem diariamente: o projeto tão sonhado atrasa, postura negativa do chefe, o aumento da demanda do trabalho, que transborda na rotina diária, a falta de um bom relacionamento em relação às pessoas que trabalham na mesma área etc.

Reclamar não é o jeito certo de resolver os problemas. O ser humano, em sua grande maioria, define seu estado de acordo com os problemas, e acaba generalizando. Muitos falam que a vida está “uma droga” e que nada está dando certo.

Tornam-se pessoas pessimistas [uma #negativemind, nunca lhe dará uma #positivelife] e não conseguem identificar e definir a situação problema. Uma atitude mental positiva não fará de você um solucionador de problemas, se de fato você não desejar mudar sua vida para melhor e estar disposto a pagar um preço em tempo, pensamento e esforço para alcançar seus objetivos.

Examinar as situações problemáticas com visão limitada gera desconforto, pois respondemos de modo costumeiro e não conseguimos encontrar uma solução. É preciso mudar sua percepção da situação.

O problema não é quem está envolvido, mas como me sinto ou como reajo. Não é como acontece, porém, como reajo da maneira que reajo. Não é fugindo que se resolve, todavia, a pergunta certa é quando irei enfrentá-lo. Para isso, produza soluções alternativas.

Ampliar seu campo de visão é necessário para atingir seu objetivo. Uma excelente pergunta que você pode fazer é: estou produzindo soluções alternativas para resolver meus problemas?

A visão é um requisito básico para enxergar a saída. Você tem um problema? Isso é bom! Problemas são as sementes de benefícios maiores para aqueles que querem se tornar “solucionadores de problemas”.

Segundo o poeta C.S. Lewis, “Se você enxergar o que está por trás de todas as coisas sem exceção, então tudo se tornará transparente. Mas um mundo completamente transparente é um mundo invisível”. Vivemos em um mundo em constante mudança. E tais mudanças geram atritos. Seja na empresa ou no seio da família sempre haverá desinteligência.

Concluo dizendo que explorar diversas opções é outro caminho para achar a solução. Você é livre para fazer escolhas, mas as consequências são inevitáveis. Nossas escolhas não devem ser apenas intuitivas. Elas têm que ser feitas com visão integral. Talvez mudança para outras empresas, diálogo aberto com o gerente, reconhecer erros que cometemos etc.

São soluções relativamente simples, mas nossa maior fraqueza está em desistir.

Sucesso a todos!

Adriano Gonçalves
Coach3.0

Comentários

comentários