Insônia, cabelos brancos e perda de peso: o preço do poder para Gladson, deputados e secretários

0

Os 7 primeiros meses de governo surtiram efeito sobre alguns membros da equipe governamental. O preço de exercer o poder em meio a suas teias de intrigas tem cobrado o preço fisiológico de alguns. O governador Gladson Cameli (PP) apareceu em solenidade na segunda-feira (25) na Aleac ostentando olheiras profundas, aparência de exausto e pelo menos 6 kg a mais do que o que tinha no dia em que assumiu o governo do Acre.

Com aparência mais envelhecida, Cameli começa a demonstrar que tem sentido o peso de ser governador do Acre, mas garante que não se arrepende da missão recebida.

“Cada dia gosto mais de ser governador. Eu gosto de desafios”, é a resposta padrão de Gladson aos repórteres quando questionado se houve arrependimento em ter se candidatado.

Secretário Thiago Caetano perdeu pelo menos 10 kg nos últimos meses

Outro membro do Executivo que demonstrou mudanças na aparência desde que assumiu cargo no Estado é o secretário de Infraestura e Obras Públicas, Thiago Caetano, que perdeu pelo menos 10 kg nos últimos meses. A aparência de Thiago Caetano mudou drasticamente nos últimos 3 meses desde que começou a sofrer pesada pressão para conseguir manter seu cargo, apontado como objeto de disputa entre alguns partidos que compõem a base de Cameli.

Alyson Bestene, que foi secretário de Saúde, também sentiu na pele e na aparência o peso do cargo. Atualmente como secretário de Relações Institucionais, Alysson exibe um ar mais cansado e abatido. Em nada se parece com a aparência leve que exibia antes do início do governo.

Duarte também sentiu o peso em assumir cargo na política

Mesmo não sendo membros do Executivo, outros personagens de destaque na briga governamental, os deputados José Bestene (PP) e Roberto Duarte Junior (MDB), ambos da base de apoio a Cameli, mas em constante pé de guerra com o governo, perderam cabelos. A cabelereira de Roberto Duarte Junuior nem de perto lembra a que exebia nos tempos recentes de vereança e a barba grisalha demonstra um envelhecimento precoce, próprio daqueles proporcionados pelos bastidores da política.

José Bestene é um dos que mais teve a aparência envelhecida nos últimos meses. Os cabelos estão mais ralos, as rugas mais profundas e a cara de insone virou uma constante desde que travou uma batalha nos bastidores por conta do domínio da Secretaria de Saúde.

Comentários

comentários