Escolha dos secretários de Gladson não será tão fácil como pensam, diz colunista

0

Mais confuso que Lyra Xapuri

Mais confuso que o Lyra Xapuri só mesmo o senador Jorge Viana (PT) que ainda busca explicações para sua derrota enquanto as respostas estão bem abaixo do seu nariz.

Não dá para entender

Lyra Xapuri (PRTB) estava na oposição, cedeu aos encantos do PT e mudou de lado, perdeu as eleições junto com seus novos companheiros, arrependeu-se e agora faz campanha para Bolsonaro. Tenso acompanhar as decisões e pior ainda tentar entender o que se passa na cabeça desse moço.

Não vai ser fácil e nem agradável

A escolha do secretariado de Gladson Cameli (PP) não vai ser um passeio agradável. Nenhuma formação deste tipo é quando se tem tantos partidos aliados ansiosos pela fatia do bolo.

Convite a Minoru Kimpara

Na sexta-feira (19) foi formulado um convite para que o ex-reitor da UFAC, Minoru Kimpara, assumisse a Secretária de Educação. Educado como um lord inglês, Kimpara disse que foi apenas uma sondagem, mas sabe-se que não foi apenas isso.

Petecão

Mas só a sondagem já foi o suficiente para acabar com a máscara de paz e amor que cobria a oposição. Petecão (PSD) discordou e de forma legítima, afinal é uma das grandes lideranças da oposição e como qualquer outra pessoa pode externar sua opinião.

Miroru Kimpara e sua elegância

Após o desabafo de Petecão no Facebook, a assessoria de Gladson enviou um release onde o governador recém-eleito afirma que nenhum convite oficial foi feito, mas esqueceu de mencionar que enviou o vice dele, Major Rocha (PSDB), para ter uma conversa inicial com Minoru Kimpara. Elegante como ele só, Kimpara nomeou a conversa apenas como uma sondagem.

‘Quem decide sou eu’, diz Gladson

“Respeito todas as pessoas que construíram essa vitória conosco, mas precisamos deixar claro que haverá decisões a serem tomadas e anunciadas que competem exclusivamente a pessoa do governador. Não precisamos gerar polêmicas e tomarmos decisões precipitadas. Esse é um momento de muita responsabilidade e cautela, e por isso não estou autorizando nenhuma pessoa a falar por mim, nem agora, nem no governo”, afirmou Gladson em trecho da nota que pareceu uma alfineta no senador Petecão.

Rocha decidiu mesmo assim

Não tomando para si o recado de Gladson Cameli de que as decisões a serem tomadas e anunciadas cabem exclusivamente a ele, Rocha anunciou que escolheu quem assumirá a Secretária de Segurança Pública. O tucano anunciou o nome do procurador de Justiça do Ministério Público Estadual, João Marques Pires.

Teria dado autonomia

Segundo declarações atribuídas a Rocha, teria sido o próprio Gladson Cameli que deu a ele a autonomia para cuidar da pasta de Segurança Pública e, inclusive, indicar o titular da pasta. Bom, resta saber se haverá outra nota dizendo que a prerrogativa de indicações é tão somente do governador.

Medida popular

Medida popular, justa e séria esta do governador Gladson Cameli (PP) em reduzir em até 60% o número de cargos comissionados e reduzir o número de secretarias. O novo governador só esquece que precisa de um governo de coalizão que abranja todos os partidos em nome da governabilidade.

Fica difícil

Foram muitos anos que a oposição ficou fora do poder e tem gente que não vai abrir mão de ter seu carguinho comissionado. Isso é de lei no Acre e Gladson não poderia querer inventar a roda. Joga o jogo, dança a música que tocar ou terá 4 anos sendo vítima de fogo amigo.

Bom dia a todos

Comentários

comentários