Depois de 20 anos, José Adriano da Fieac descobre que setor industrial do Acre está abandonado

0

Absurdo

Há situações que são tão absurdas que seriam engraçadas se não houvesse suposto dolo por parte de alguns. Depois de 20 anos de governos do PT, o presidente da Fieac, José Adriano, amigo de primeira hora dos líderes petistas, descobriu que o parque industrial está abandonado e não existe indústrias no Acre.

Miopia

A miopia de José Adriano durou 20 anos, o tempo que ele dividiu espaços de poder com governadores e senadores do PT, mas acabou em 5 meses de governo Cameli. Cada uma.

Amigo dos petistas

José Adriano chegou a ser preso na Operação G7, que tratava sobre suposta formação de cartel envolvendo outras empresas também ligadas ao PT na época. Todos foram inocentados, mas restou a certeza de que eram amiguinhos e comiam na mesma mesa de gestores petistas.

Estranho

Muito estranho que somente agora o presidente da Fieac se mostre interessado em defender as causas da federação e tenha aberto os olhos para a penúria que vive o setor no Acre.

Deu com uma mão e tirou com a outra

José Adriano deveria lembrar que o governo de Tião Viana, o qual ele defendia com unhas e dentes, prometeu incentivo fiscal a empresários para se estabelecerem no polo industrial e depois cobrou a fatura de uma única vez, não haveando parcelamentos ou abatimentos de coisa alguma.

Calegário e o fascínio por José Ribamar

O deputado Fagner Calegário (PV) anda obcecado com o chefe da Casa Civil, José Ribamar. De cada duas palavras ditas uma ele cita o nome de Ribamar.

Por tudo e por nada

Fagner Calegário está parecendo aqueles adolescentes apaixonados que inclui o nome da amada em todo e qualquer assunto, mesmo que não tenha nada a ver.

Alysson Bestene

Enquanto segue as tramas para derrubar Alysson Bestene, o secretário segue fazendo seu trabalho de forma firme e ética.

Asfaltando onde já tem asfalto

O vereador Emerson Jarude solicitou que o diretor da Emurb, Marcão, envie relatório técnico sobre algumas ruas e avenidas de Rio Branco.

Mídia

O vereador diz que estão asfaltando onde já tem asfalto apenas para manter equipes em locais de muito fluxo para garantir a mídia da Operação Verão.

Socorro Neri e a intolerância a críticas

Como acontece sempre que recebe uma crítica, a prefeita de Rio Branco, Socorro Neri, entra em uma espécie de surto. Desta vez os mini surtos foram por conta das críticas feitas por Emerson Jarude.

Danou-se o equilíbrio

Todo equilíbrio da prefeita Socorro Neri se desfaz quase tão rápido quanto o asfalto da Emurb quando surgem as primeiras críticas.

Sem essa

Todo gestor e pessoa pública deve está pronto a absorver e lidar bem com críticas. Tudo indica que acabará o curto tempo de Socorro Neri no poder e ela não aprenderá a lição. É mimimi demais.

Comentários

comentários