Artigo: O que nos faz quem somos?

0

O que nos faz quem somos?

Não existe uma fórmula para o sucesso, cada pessoa encontra o seu caminho até o topo. No entanto, certos comportamentos podem ser encontrados em todas as pessoas bem-sucedidas. Descubra o que as pessoas bem-sucedidas têm em comum. O que nos faz quem somos? O que produz os resultados que obtemos? Por que mudar é tão difícil?

Como passamos a acreditar em paradigmas, crenças limitantes e escassez; a confiar menos na nossa intuição do que na opinião dos outros; a ser domesticados pela ideia de ser agradável?Que papel tem nisso tudo a ideia que temos sobre quem pensamos ser?

COISAS QUE AS PESSOAS BEM-SUCEDIDAS TÊM EM COMUM:

1. ELAS SE MOVEM ALÉM DOS DETALHES

As pessoas mais bem-sucedidas vão além do simples comprometimento com elas próprias e as tarefas que realizam. Elas se envolvem em todo o processo prático, desde o início até a entrega de seus projetos ou produtos.

2. ELAS CONHECEM AS PESSOAS CERTAS

O segredo para o sucesso é ter uma rede de contatos rica. Por isso, é essencial se dedicar a criar um network de qualidade frequentando eventos voltados para a sua área de atuação. Lembre-se apenas de que os contatos só se tornam valiosos à medida que você os cultiva. Ou seja: mantenha-se atualizado com as pessoas que integram a sua rede.

3. ELAS CONHECEM SUAS LIMITAÇÕES

Pessoas bem-sucedidas têm consciência de seus talentos e habilidades, mas também conhecem os pontos fracos melhor que qualquer outra pessoa. Por isso, estão sempre se dedicando a desenvolverem suas necessidades sem se descuidar daquilo em que já são bons.

COMO AS CRENÇAS LIMITANTES SÃO FORMADAS E COMO SUPERÁ-LAS?

Geralmente as crenças são formadas por repetição ou forte apelo emocional. Se você tentou repetidamente fazer a mesma coisa e falhou, muito provavelmente criou a crença limitante de que nunca conseguiria ou de que não serve para fazer aquilo.

O mesmo ocorre quando passamos por algum tipo de trauma, algo emocionalmente intenso que nos marcou por algum motivo. Por exemplo, se você tentou fazer algo que deu errado e foi repreendido fortemente por alguém que gostava, é bem capaz que essa marca negativa se torne numa crença limitante que te impede de tentar aquilo novamente.

Cada um de nós cresce com experiências diferentes. Por mais que os ambientes sociais possam ser parecidos com os de outras pessoas, você tem sua própria história, suas interpretações dos eventos, os feedbacks que recebeu e comentários que ouviu. Por isso que todo mundo, em algum momento, acredita que não pode fazer algo. Em algum momento da vida, as pessoas criam seus próprios paradigmas que ficam enraizados na mente de cada um.

Felizmente, é relativamente fácil identificar as crenças limitantes: basta ficar atento aos nossos pensamentos que nos impedem de fazer algo.

O QUE SÃO CRENÇAS LIMITANTES E MENTALIDADE DE ESCASSEZ?

São as nossas crenças negativas que ouvimos desde a infância, no meio em que vivemos e pelas pessoas que amamos, por isso acreditamos. Nos é repetido inúmeras vezes até nosso completo crescimento por volta de 10 a 14 anos. E desta forma em doses homeopáticas o Inconsciente registra aquela informação enganosa como “VERDADE”. Quem já ouviu?

• Você é burro – Para ganhar dinheiro é preciso trabalhar muito – Igualzinho a seu pai – Desista! Isso não é para você – Você não tem talento.

A mentalidade de escassez parece que nos perseguir, e persegue! Pois se você tem uma crença negativa sobre dinheiro, inconscientemente não tomará as atitudes que permitam que o dinheiro chegue até você. E assim é com tudo, com os relacionamentos, com a felicidade, com os filhos, absolutamente tudo.
Precisamos criar uma mentalidade de abundância. Acreditar que podemos alcançar nossos objetivos e que para isso ninguém precisa perder, pois tem oportunidade para todos.

VOCÊ PODE CONFIAR NA SUA INTUIÇÃO? VEJA O QUE A CIÊNCIA DIZ

No filme O Exterminador do futuro, Arnold Schwarzenegger é um androide que volta de um futuro despótico, para matar a mãe de um garoto que um dia será o líder da resistência contra as máquinas. O androide escanceia o ambiente através de suas câmeras, identificando objetos, pessoas e situações; seu processador analisa os dados e orienta a tomada de decisões, na busca de seus objetivos. Este sistema, que parece tão futurista, é na verdade uma boa metáfora para o que acontece com os seres humanos: nossa intuição funciona exatamente assim.

SUA MANEIRA DE PENSAR DEFINE SEUS SENTIMENTOS E QUE VOCÊ SERÁ.

“Dependendo de como falarmos com nós mesmos, viveremos de uma maneira ou de outra, e o mundo que perceberemos será um ou outro.”

Óscar González

A emoção está associada à personalidade e à motivação das pessoas. As emoções são de menor duração do que os sentimentos, e são as que nos motivam a agir. São mais intensas do que os sentimentos, mas duram menos.

O sentimento vem do verbo “sentir” e faz referência a um estado de ânimo afetivo, geralmente de longa duração, que se apresenta no sujeito como um produto das emoções. Os sentimentos são o resultado das emoções.

O QUE NOS FAZ PENSAR QUEM SOMOS?

Uma das coisas mais valiosas para os índios no começo da colonização na América era o espelho. A única forma de o índio poder conhecer sua fisionomia era através do reflexo das águas dos rios, em águas calmas. Desse jeito não era possível saber perfeitamente como eram, mas somente ter uma ideia distorcida. Por isso, quando os portugueses chegaram ao Brasil, os índios trocavam qualquer coisa para ter um espelho em mãos.

De certa forma somos como os índios. Não somos capazes de conhecermos a nós mesmos o suficiente sem ajuda (1Co 13.12). Essa ajuda deve ser do especialista no assunto. Deus é o nosso criador e por isso pode nos ajudar; ele conhece cada detalhe sobre nós (Jo 2.25).

Sucesso
Adriano Gonçalves
MindSetCoach

Comentários

comentários