A difícil lógica da política acreana: Na briga entre Ghelen e Mazinho quem ganhou foi Vagner Sales

0

Vagner Sales que ganhou

A briga pública entre o deputado Ghelen Diniz (PP) e o prefeito de Sena Madureira, Mazinho Serafim (MDB), só teve um vencedor que foi o ex-prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales.

Boa fatia

Enquanto Mazinho e Ghelen beiravam o ridículo se insultando feito dois moleques malcriados no Facebook, usando palavras pesadas um contra o outro, usando como sub argumento a eleição da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa e colocando em risco a chapa de unidade construída dentro da Casa Civil, o experiente Vagner Sales se articulava e abocanhou a melhor fatia do bolo.

Briga ríducula e o blefe de Vagner Sales

Enquanto os dois brigavam como meninos buxudos, o experiente Vagner mostrou equilíbrio e esperteza com um blefe dizendo que o MDB não aceitava sob hipótese nenhuma que os tucanos ficassem com a primeira secretaria, sendo que recorreria até a Justiça para fazer valer o direito dos medebistas, quando na verdade só queria manter seu quinhão.

Vantagens

Vagner não apenas conseguiu a nomeação de articulador político do governo, como a do filho como diretor do Deracre e a segunda secretaria da Aleac para a esposa.

A volta dos que não foram

Coube a Mazinho orientar a esposa Meire Serafim para voltar para o bloco de apoio a Gladson Cameli e a Ghelen a fazer cara de paisagem torcendo para manter para si a indicação de líder do governo progressista.

Posse e eleição na Aleac

Acontece nesta sexta-feira (1º) a posse dos deputados estaduais e em ato continuo a eleição da Mesa Diretora que conduzirá os trabalhos pelos próximos dois anos.

Nicolau e Luiz Gonzaga

Depois de polêmicas e vergonhas alheias envolvendo algumas figuras, a chapa dos sonhos do Executivo, formada por Nicolau Junior (PP), como presidente, e Luiz Gonzaga (PSDB), como primeiro-secretário, chegará a disputa como chapa de consenso.

Experiente e equilibrado

Gonzaga levará para a primeira secretaria a experiência de vários mandatos e o equilíbrio político de poucos. Nicolau não terá um rival na primeira secretaria, mas, sim, uma pessoa que não rivaliza e não discute miudezas.

Bom dia a todos

Comentários

comentários