Saúde confirma novos casos de influenza no Acre e alerta população

0

A vacinação anual contra a influenza terá início em abril. Mas como já há casos registrados em Rio Branco, a secretaria Municipal de saúde – SEMSA, alerta a população, para a prevenção da doença.

O coordenador de Vigilância em Saúde, Felix Araújo ressalta a importância de medidas como: a frequente higienização das mãos, principalmente antes de consumir algum alimento; utilização de lenço descartável para higiene nasal; cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir; evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca, higienizar as mãos após tossir ou espirrar, não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas, manter os ambientes bem ventilados, evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas de influenza.

Félix explica ainda que Indivíduos que apresentem sintomas de gripe devem evitar sair de casa em período de transmissão da doença (até 7 dias após o início dos sintomas), restringir ambiente de trabalho para evitar disseminação, evitar aglomerações e ambientes fechados, procurando manter os ambientes ventilados e adotar hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e ingestão de líquidos.

Sintomas

A síndrome gripal, que se caracteriza pelo aparecimento súbito de febre, cefaleia, dores musculares (mialgia), tosse, dor de garganta e fadiga, é a manifestação mais comum. Nos casos mais graves, geralmente, existe dificuldade respiratória e há necessidade de hospitalização. Nesta situação, denominada Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), é obrigatória a notificação às autoridades de saúde.

A gripe propaga-se facilmente e é responsável por elevadas taxas de hospitalização. Idosos, crianças, gestantes e pessoas com doenças crônicas, como diabetes e hipertensão, ou imunodeficiência são mais vulneráveis aos vírus. A complicação da influenza que mais frequentemente leva à hospitalização e à morte é a pneumonia, que pode ser causada pelo próprio vírus ou por infecção bacteriana. O coordenador alerta “que se não for tratada a tempo, a gripe pode causar complicações graves, principalmente nos grupos de alto risco, como pessoas com mais de 60 anos, crianças menores de cinco anos, gestantes e doentes crônicos. O serviço de saúde deve ser procurado imediatamente caso a pessoa apresente algum desses sintomas: dificuldade para respirar, lábios com coloração azulada ou roxeada, dor ou pressão abdominal ou no peito, tontura ou vertigem, vomito persistente, convulsão”.

Casos

Em Rio Branco, foram registrados 98 casos suspeitos de influenza em 2019. Desses, foram confirmados 09 casos, 49 casos descartados e 40 casos ainda em análises no aguardo do resultado do exame. Os casos confirmados e notificados, fazem o tratamento com antiviral conforme avaliação e conduta médica, os exames são feitos por amostragem nos hospitais conforme necessidade. Lembramos a todos que o tratamento está disponível nas unidades de saúde e o início do tratamento independe da realização do exame.

Assessoria

Comentários

comentários