Morador de Rio Branco denuncia que água do Depasa está contaminada e MPE abre inquérito

0

O Ministério Público do Acre (MPE), através da promotora de Justiça, Alessandra Garcia Marques, titutal da Promotoria Especializada de Defesa do Consumidor, abrir inquérito civil contra o Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento (Depasa) para apurar possível contaminação com coliformes totais da água distribuida em Rio Branco.

De acordo com publicação no Diário Eletrônico, chegou até o conhecimento do MPE a informação que um morador do bairro Morada do Sol teria contratado empresa particular para verificar a qualidade da água distribuída em sua residência, oportunidade em que a amostra colhida pela empresa contratada e levada para análise no laboratório de análises da Unidade de Tecnologia de Alimentos – UTAL da UFAC indicou a presença de Cloriformes Totais na água analisada.

Diante da situação, o caso foi denunciado à Promotoria Especializada de Defesa do Consumidor e o MPE foi acionado para acompanhar o caso.

“Neste momento da investigação, em que se faz necessário descobrir se a água distribuída para o bairro Morada do Sol está ou não contaminada e, em caso positivo, se a contaminação ocorre por falha no tratamento, no momento da distribuição ou se ocorre quando já armazenada nas caixas d’águas dos usuários do serviço”, diz trecho do despacho.

O Depasa foi procurado pelo MPE e a afirmou que todo o abastecimento de água da cidade se encontra dentro dos padrões estabelecidos e exigidos pelo Ministério da Saúde.

Comentários

comentários