“Mapa da Poesia” mostra que existem no Acre pouco mais de 35 pontos de leitura

0

O “Mapa da Poesia do Brasil” recém-lançado eletronicamente no país revela que existem pouco mais de 35 pontos de leitura de poesia/literatura espalhados pelo extenso território do Acre. Os locais pesquisados são bibliotecas ou centros culturais que ofertam à sociedade atividades que incentivam a produção de poesias, poemas ou textos literários.

Com o mapa é possível verificar de que forma e como acontecem às execuções de projetos nas cidades rondonienses, além disso, possibilita saber como o estado e as prefeituras executam projetos nessa área cultural e educativa.

O Mapa foi criado em Brasília, no DF, pela poeta Marina Mara que lançou no mês passado um aplicativo para celulares que reúne bibliotecas, pontos de intervenção urbana e pontos de poesia em todo o Brasil. As informações são dispostas em um “mapa colaborativo”, dentro do PoemApp. No lançamento, mais de 10 mil pontos já estavam cadastrados – incluindo todas as bibliotecas do país.

A ideia, segundo ela, é que as pessoas possam adicionar locais de forma automática, ajudando a localizar novos pontos e a divulgar eventos e locais do mundo literário. O app já está disponível para download, e é gratuito para smartphone Android e website. Para usar, é preciso criar um cadastro com login e senha.

O app inclui um blog com dicas literárias e espaço para trocas de ideias poéticas, chamado “E agora, Cora?”. O nome Cora batiza carinhosamente a gatinha, marca do aplicativo, e é inspirado na escritora consagrada Cora Coralina.

Junto ao aplicativo, a escritora também lançou o e-book “Profissão Poeta”, que ela define como um guia prático que dá dicas, técnicas e percepções de quem trilhou o caminho. O guia é uma compilação das palestras, cursos e workshops que a poeta ministrou pelo Brasil.

Comentários

comentários