Juiz dá prazo de 48 horas para hospital Wildy Viana fornecer remédios e oxigênio a pacientes

0
Hospital de Brasiléia, Wildy Viana – Foto: Alexandre Lima

O pedido feito pelo Ministério Publico, através do promotor de Justiça substituto, Thales Ferreira Costa, no uso de suas atribuições, que encaminhou ao Juizado da Comarca, uma manifestação pedindo providencias junto à unidade na última semana, que o hospital Wildy Viana normalizasse o abastecimento de material de trabalho.

As denuncias foram confirmadas através de um vídeo, quando o médico Rodrigo P. Santiago, denunciou a falta de materiais ao jornal oaltoacre.com, comida e outros problemas que vem assolando a unidade médica que atende uma regional de quatro municípios e ainda está por ser acabada.

Diante dos fatos, o Conselho Regional de Medicina e o Ministério Público, comprovaram a denuncia. A Ação Civil Pública enviada ao Juiz Gustavo Sirena, teve seu deferimento nesta terça-feira, dia 17, onde o magistrado deferiu uma Tutela Provisória junto ao governo do Acre, para que saneie a falta dos equipamentos num prazo de 48 horas.

Material como; cilindro de oxigênio, fios de sutura, antibióticos e outros, deverão ser reabastecidos na unidade hospitalar. E caso não cumpra tal medida, será penalizado com multa diária de R$ cinco mil reais.

Destaca da decisão, que o prazo em horas não será suspenso devido o recesso forense.

Com informações do Alto Acre

Comentários

comentários