Governos do Acre e Peru iniciam rodada de conversas sobre o comércio a partir de Cruzeiro do Sul

0

O vice-governador do Acre, Major Rocha, recebeu na manhã desta segunda-feira, 18, em Rio Branco, a visita do vice-governador de Ucayali, no Peru, Ángel Luis Rodríguez, e sua comitiva, para dar início a uma rodada de conversas sobre o comércio entre os dois países a partir de Cruzeiro do Sul.

A reunião foi uma preparação para o primeiro Encontro de Empresários Para o Comércio Exterior em Cruzeiro do Sul, que será realizada ainda na tarde desta segunda em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Federação das Indústrias do Acre (Fieac), Federação do Comércio do Acre (Fecomércio) e a Associação Comercial do Alto Juruá.

Com o ambicioso projeto do governador Gladson Cameli para a construção do visionário acesso terrestre ligando o Brasil ao Peru, pelo Vale do Juruá, via Parque Nacional da Serra do Divisor até o município peruano de Pucallpa, reunir empresários para discutir o futuro das relações comerciais possíveis também é um passo bastante importante.

“Esse é um sonho antigo de termos essa ligação com o Peru via Puccalpa, porque, mesmo as cidades estando muito próximas, temos uma barreira muito grande. E queremos trabalhar junto com os irmãos peruanos para conseguir transformar esse sonho em realidade”, conta o vice-governador Rocha.

Já há um grupo de trabalho do estado empenhado no projeto da integração pela estrada realizando o levantamento topográfico, inclusive com avanços no projeto de licenciamento ambiental.

O vice-governador de Ucayali, Ángel Luis Rodríguez, falou da honra em fazer parte deste momento histórico e de um projeto tão ousado, mas que trará tanto benefício aos dois países.

“Estou muito contente por estar em Rio Branco, agradeço o vice-governador pela recepção e estamos com o compromisso de trabalhar por isto, o benefício entre os dois estados e a integração comercial. Esperamos que este projeto siga, pois queremos consolidar esse desenvolvimento binacional, onde já temos luz verde”, destaca.

Secom

Comentários

comentários