Convergência entre espiritualidade e ciência

0

Convergência entre espiritualidade e ciência

Salmos 33:6

Os céus foram criados mediante a palavra do SENHOR, e todos os corpos celestes, pelo sopro de sua boca.

Num mundo marcado por mudanças aceleradas e incontáveis avanços científicos, o futuro do conhecimento poderá ficar a cargo daqueles que tiverem a coragem e o desprendimento para romper fronteiras e unificar vertentes de pensamentos. Este artigo busca traduzir o modo de pensar desse novo tempo, uma era em que ciência e espiritualidade irão reconhecer o elo, a unidade entre suas ideias, atitude esta que poderá levar o homem a explorar novas possibilidades e superar limites até hoje inimagináveis.

No futuro quando a ciência e a espiritualidade se unificarem, teremos o mundo que sonhamos. Porque na verdade é uma coisa só. Quem somos? Somos um!

Reconhecemos que a atual estrutura social, dominada pelo materialismo, não favorece a iniciativa das pessoas comuns que desejam ter uma vida significativa, criativa e transformadora. Assim, defendemos o ativismo como instrumento de mudança de nossas instituições sociais, de maneira a permitir que todos possam realizar seu potencial humano e alcançar a felicidade, o que só é possível por meio de metas criativas e espirituais “…eu Sou o caminho a verdade e a vida, ninguém vem ao Pai, se não por mim, disse Jesus…”.

O físico dinamarquês Niels Bohr incorpora o princípio da incerteza: não pode ser conhecido com precisão absoluta a posição e o momento lineal de uma partícula. E por isso ele concluiu que a matéria realmente não existe até que alguém decide procurá-la. O ato da observação causa a existência.

De acordo com essa interpretação, se botamos nossa atenção num lugar, somos capazes de transformar a realidade em si. Isto confirma o poder criativo da consciência, e também reafirma a importância do segundo conceito subjacente da proposta pedagógica da minha Fundação: Naquilo que você se foca, em cada momento é o que cresce, pois somos responsáveis por isso.

As leis da física quântica não fazem sentido lógico para o intelecto, porque vão além do entendimento. Assim como não podemos entender nem Deus e nem o amor no campo do intelecto, os níveis mais profundos da matéria não podem ser entendidos usando as leis que descrevem seu nível superficial.

A realização espiritual é a única maneira de compreender a física quântica, portanto, este é o campo onde a ciência e a espiritualidade podem finalmente se unir. Na experiência de unidade, a física quântica faz todo o sentido.

Precisamos nos concentrar na unidade ao invés da separação, para criar o mundo que todos nós queremos. PRECISAMOS dar um salto quântico na evolução da consciência da humanidade.

Nós somos a luz aprendendo sobre si mesma [“…sois a luz do mundo e o sal da terra…”.], abra sua mente e expanda a luz que há em você. Somos a consciência que criou tudo. Consciência é a língua programadora do universo, o que nos torna TODOS, sem exceção, criadores por excelência, podendo chamar “FÉ”.

Hebreus 11.1
A fé é a certeza de que vamos receber as coisas que esperamos e a prova de que existem coisas que não podemos ver. 2 Foi pela fé que as pessoas do passado conseguiram a aprovação de Deus.

Deveríamos mudar o nosso modo de operar e unir ambos tangível e intangível em nosso dia a dia, unificar o que nós fragmentamos. Aquilo que é dito como. Precisamos nos desapegar do que consideramos possível e impossível para poder abranger o nosso horizonte de possibilidades, e melhor compreender a existência.

Vamos parar de ter medo do desconhecido e dar boas vindas de braços abertos, só assim nós aprenderemos as lições que estão além da caixa que criamos para nós mesmos.

ADRIANO GONÇALVES
International Association of Coaching
Coach Espiritual (IAC)

Comentários

comentários