Kleber da Silva Ramos (foto) é o único do trio do Brasil que disputou a Rio-2016 imagem: Buda Mendes/Getty Images

A União Ciclística Internacional (UCI) divulgou nesta sexta-feira (12) uma relação de 19 atletas suspensos de competições por doping. Entre eles, três brasileiros. Um deles, Kleber da Silva Ramos, representou o Brasil na prova de ciclismo de estrada no primeiro dia da Rio-2016 – é o único dos punidos presente nos Jogos Olímpicos.

Além dele, Raphael Mesquita Mendes e Josemberg Montoya Nunes Pinho estão provisoriamente suspensos de competições após a divulgação da lista da UCI.

De acordo com a entidade, o exame de Kleber apontou o uso de uma substância conhecida como Cera (sigla em inglês para ativador contínuo do receptor da eritropoietina). A eritropoeitina (EPO) é um hormônio que estimula a formação de glóbulos vermelhos, que trabalham na oxigenação sanguínea, e funciona como agente estimulante. Em sua participação na Rio-2016, o brasileiro não conseguiu completar a prova de ciclismo de estrada, realizada no sábado passado.

Procurada pelo UOL, a assessoria de comunicação do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) divulgou comunicado oficial no qual confirma que foi notificado com o caso de doping, mas ainda espera posição da Corte Arbitral do Esporte (CAS).

“O COB foi notificado de um caso de doping fora de competição e aguarda a divulgação por parte do CAS, tendo em vista as regras de confidencialidade do próprio CAS”, diz a nota.

Ainda segundo a UCI, Raphael Mesquita Mendes foi pego com traços de duas substâncias anabólicas no sangue (estanozol e oxandrolona), enquanto Josemberg Montoya Nunes Pinho foi pego com outras duas substâncias proibidas (19-norandrosterona e 19-noretiocolanolona).

Fonte: UOL

Comentários

comentários