Você sabia? 8 times já disputaram a Libertadores quando estavam na segunda divisão

0

A CONMEBOL anunciou recentemente que apenas as equipes que disputam a primeira divisão de suas respectivas ligas nacionais poderiam participar da Copa Libertadores. A decisão causou um verdadeiro alvoroço, fazendo com que a principal entidade do futebol sul-americano voltasse atrás em sua decisão.

O principal motivo dos protestos e do recuo ocorreu pelo fato de que a alteração da regra iria prejudicar os clubes que por ventura viessem a realizar uma campanha ruim após uma vitória importante, como na Copa do Brasil ou mesmo na Libertadores anterior. Os torcedores, que não apenas torcem pelas equipes, mas também apostam nelas nos melhores sites de casas de apostas disponíveis na internet, também não haviam aprovado a mudança, já que teriam menos possibilidades para ver seus times em campo.

Mas, afinal, quais foram os clubes que disputaram a Libertadores quando estavam na segunda divisão? Contamos para você na lista abaixo.

Criciúma, em 1992

O Criciúma disputou a Copa Libertadores em 1992, após vencer a Copa do Brasil no ano anterior. A vitória garantiu a participação dos catarinenses na competição continental ainda que estivessem na segunda divisão do Brasileirão. O clube foi líder do seu grupo durante a fase de grupos da competição e derrotou o Sporting Cristal nas oitavas de final. Sua eliminação veio na etapa seguinte diante do São Paulo, o campeão daquele ano. Na época, o Criciúma estava sob o comando de ninguém menos que Luiz Felipe Scolari.

Santo André, em 2005

O Santo André, assim como ocorreu com o Criciúma, garantiu sua vaga na Copa Libertadores após vencer a Copa do Brasil. A vitória ocorreu em 2004 sobre o Flamengo, que é um dos times cotados para disputar uma partida na Arena Acreana em sua nova fase. O Santo André foi eliminado ainda na fase de grupos, em que disputou contra o Cerro Porteño, Palmeiras e Deportivo Táchira.

Paulista de Jundiaí, em 2006

A história voltou a se repetir em 2006 com o Paulista de Jundiaí. O clube havia conquistado o segundo maior título nacional no ano anterior após vencer o Fluminense na final e, com isso, garantiu sua vaga na Libertadores. Apesar de ter sido eliminado na fase de grupos da Libertadores, o Paulista conseguiu uma façanha marcante: vencer do gigante argentino River Plate.

Jorge Wilstermann, em 2011

Deixando o Brasil, encontramos na Bolívia outro caso em que um time da segunda divisão nacional disputou a Copa Libertadores. Estamos falando do Jorge Wilstermann, que conquistou sua vaga na competição continental após vencer o Torneio Apertura em 2010. A equipe, na verdade, ainda estava na primeira divisão quando garantiu a vaga, mas foi rebaixada no campeonato seguinte após uma campanha desastrosa. Na Libertadores, foi eliminado na fase de grupos, tendo ficado em último lugar, atrás dos Internacional, Jaguares e Emelec.

Palmeiras, em 2013

O Palmeiras é um dos maiores elencos do Brasil hoje, no entanto, viveu uma fase turbulenta em 2012, quando terminou sua campanha no Brasileirão na 18º posição. O Verdão, contudo, mesmo rebaixado para a segunda divisão, havia conquistado a Copa do Brasil daquele mesmo ano, portanto, já tinha vaga garantida na Libertadores de 2013. Sua passagem pelo torneio terminou durante as oitavas de final, quando foi eliminado pelo Tijuana, do México.

Santiago Wanderers, em 2018

O chileno Santiago Wanderers teve sua vaga garantida na Libertadores de 2018 após vencer a Copa do Chile, em 2017. O clube, contudo, deixou a elite do futebol nacional quando foi rebaixado para a segunda divisão ao ser derrotado pelo Unión La Calera em uma disputa que decidiria qual dos dois times cairia. Já na Libertadores, foi eliminado na terceira fase, após perder para o Independiente Santa Fe.

Tigre, em 2020

O Tigre pode ter levado a melhor sobre o Boca Juniors ao se consagrar campeão da Superliga Argentina deste ano, no entanto, o clube não conseguiu escapar do rebaixamento por meio do critério promedio. Apesar disso, sua vitória no torneio mencionado já garante sua participação na Libertadores de 2020.

Comentários

comentários