Portugal vence Marrocos e CR7 vira maior artilheiro europeu

0

ristiano Ronaldo em campo é sinônimo de recorde. Com a corda toda, o camisa 7 de Portugal seguiu com seu apetite alto. Nesta quarta-feira, no Estádio Lujnikie, em Moscou (RUS), bastou uma cabeçada certeira no início do jogo para decretar o triunfo português, que jogou mal, por 1 a 0 diante do Marrocos, na segunda rodada do Grupo B.

Muito mais que decretar o primeiro triunfo da equipe de Fernando Santos no Mundial da Rússia, o lance capital estabeleceu duas marcas: CR7 volta a ser artilheiro isolado da competição, com quatro gols, e o garante mais um novo recorde: o de maior goleador de uma seleção europeia (85 gols, superando Puskás, que anotou 84 pela Hungria).

Com o resultado, Portugal chega a quatro pontos e depende apenas as próprias forças para avançar. Já o Marrocos segue zerado e é o primeiro país eliminado nesta edição da Copa. Entenda os motivos que fizeram os lusos vencerem.

Sempre decisivo

Cristiano Ronaldo manteve o apetite da estreia logo nos primeiros lances da partida. Bastou uma cabeçada certeira aos quatro minutos para ele estabelecer recorde, se isolar na artilharia da Copa e decretar a suada vitória portuguesa, a primeira nesta Copa.

Rui Patrício

O goleiro do Sporting é sinônimo de segurança. Com o calor que Marrocos deu em boa parte do jogo, o camisa 1 de Portugal precisou entrar em ação por diversas vezes. A mais espetacular veio no segundo tempo, em cabeçada de Belhanda, salvando a equipe de Fernando Santos do empate.

Adversário ruim de mira

O Marrocos jogou sem medo. Merecia um outro resultado nesta quarta-feira. Mas o futebol a única justiça é a bola na rede. E a equipe comandada por Hervé Renard abusou no direito de não aproveitar as oportunidades criadas e uma partida muito fraca de seu adversário.

Controle mental

Portugal fez uma partida muito abaixo do esperado. Um desempenho que não animaria seu torcedor em um duelo diante de um rival mais qualificado. No entanto, mesmo com muitos erros, pouca criatividade e calor do Marrocos, os portugueses não demonstraram desespero. Isso também foi vital para o triunfo no Lujniki.

E agora?

Na última rodada do Grupo B, Portugal mede forças com o Irã, na segunda-feira, em Saransk, às 15h (de Brasília). No mesmo dia e horário, Marrocos terá pela frente a Espanha, em Kaliningrado.

Fonte: Terra

Comentários

comentários