Oswaldo de Oliveira é demitido do Atlético-MG após briga com repórter no Acre

0

Oswaldo de Oliveira não é mais o treinador do Atlético-MG . O clube mineiro preferiu encerrar o contrato do comandante que iria até o fim de 2018 após a confusão que ele se envolveu no Acre, após classificação da equipe na Copa do Brasil – empate por 1 a 1 diante do xará Atlético-AC.

Na quarta-feira passada, na entrevista coletiva depois do jogo na Arena da Floresta, Oswaldo de Oliveira teve um ríspido bate-boca com o repórter Léo Gomide, da Rádio Inconfidência, e chegou a tentar agredir o profissional de imprensa.

Oswaldo deixa o Galo com pouco menos de quatro meses depois de assumir o time, no fim de setembro do ano passado. Ele comandou o time em 20 partidas oficiais, com oito vitórias, nove empates e três derrotas, saindo com 55% de aproveitamento. Ele havia chegado para substituir Rogério Micale e estreou com vitória fora de casa sobre o Atlético-PR.

Incidente no Acre

Sem paciência e bastante incomodado com as perguntas feitas pelo repórter Léo Gomide, da Rádio Inconfidência, de Minas Gerais, o técnico Oswaldo perdeu a linha durante entrevista coletiva e partiu para agressão, sendo contido pelos outros profissionais que estavam trabalhando na cobertura do jogo.

Dentro de campo, o Atlético-MG saiu atrás do seu xará do Acre logo aos seis minutos de jogo, com gol anotado por João Marcus. Ainda no primeiro tempo do duelo, nos minutos finais, o atacante Erik marcou para o Galo e decretou a igualdade na Arena da Floresta, que classificou o time mineiro para encarar o Botafogo-PB na próxima etapa da competição. A vaga não segurou o trabalho de Oswaldo de Oliveira, que deixa o time no começo do ano.

Com informações do iG

Comentários

comentários