Fifa anuncia suspensão de um ano para Paolo Guerrero por doping

0

A Fifa anunciou na manhã desta sexta-feira a suspensão de um ano do atacante Paolo Guerrero, do Flamengo, após o jogador ter sido flagrado no exame antidoping com substâncias de cocaína na partida da seleção peruana contra a Argentina, em La Bombonera, pela penúltima rodada das eliminatórias para a Copa da Rússia. A decisão é em primeira instância e o centroavante pode recorrer.

Guerrero estava sem atuar aguardando a sentença da entidade máxima do futebol desde o dia 19 de outubro, quando o Flamengo goleou o Bahia por 4 a 1, pela 29ª rodada do Brasileirão.

Com a suspensão, Guerrero perderá a Copa do Mundo, competição para a qual ajudou o Peru a se classificar após mais de 30 anos, sendo o principal jogador da seleção nas eliminatórias. Agora, a expectativa é pelo posicionamento do Flamengo, uma vez que o jogador tem contrato com o Rubro-Negro até agosto.

Confira na íntegra o comunicado da Fifa:

‘Em 7 de dezembro de 2017, o Comitê Disciplinar da FIFA decidiu, depois de analisar todas as circunstâncias específicas do caso, suspender o jogador internacional peruano Paolo Guerrero por um ano. O jogador testou positivo para o metabólito de cocaína, a benzoilecgonina, uma substância inclusa na Lista de Proibições de 2017 da WADA sob a classe “S6 – Estimulantes”, após um teste de controle de doping realizado após o confronto da competição preliminar da Copa do Mundo de 2018, em Buenos Aires, contra a Argentina, dia 5 de outubro de 2017.

Ao testar positivo para uma substância proibida, o jogador violou o artigo 6 do Regulamento Antidopagem da FIFA e, como tal, violou o artigo 63 do Código Disciplinar da FIFA.

O período de suspensão começa dia 3 de novembro de 2017, data em que o jogador foi suspenso provisoriamente pelo presidente do Comitê Disciplinar da FIFA. Em conformidade com o artigo 29 do Regulamento antidopagem da FIFA, a suspensão abrange, entre outros, todos os tipos de correspondências, incluindo jogos nacionais, internacionais, amistosos e oficiais. As partes da decisão foram devidamente notificados hoje.’

Comentários

comentários