Mais de 445 mil eleitores compareceram às urnas no Acre; abstenção ultrapassa 16%

0
O comparecimento às urnas em todo o Estado foi de 445.951 eleitores, que representam 83,75% do total de 532.452 aptos a votar

O Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC) concluiu a apuração do resultado das Eleições em 22 municípios do Estado por volta das 21h40 deste domingo, 2. Com apenas 25 minutos, Jordão foi o primeiro município a totalizar os resultados da votação para prefeito e vereador, seguido de Assis Brasil, Santa Rosa do Purus, Marechal Taumaturgo e Porto Walter.

O comparecimento às urnas em todo o Estado foi de 445.951 eleitores, que representam 83,75% do total de 532.452 aptos a votar. O índice de abstenção, portanto, foi de 16,25%, abaixo da média nacional, que foi 17,50%.

Em Rio Branco, o único município acreano que poderia ter segundo turno, em razão da quantidade de eleitores ser superior a 200 mil, as eleições foram decididas no primeiro turno. 202.877 do total de 241.152 compareceram às seções eleitorais. A abstenção foi de 15,87%.

Em Cruzeiro do Sul, que abriga o segundo maior colégio eleitoral do Estado, com 54.100 eleitores, o comparecimento foi de 41.008, com 24,20% de abstenção.

A avaliação feita pelo presidente do Tribunal, desembargador Roberto Barros, é que as Eleições Municipais de 2016 transcorreram dentro da normalidade. Do total de 1.779 urnas utilizadas em todo o Estado, 15 foram substituídas ao longo do dia e não houve registro de votação manual em nenhuma seção eleitoral.

Ele atribui a diversos fatores a inexistência de longas filas nas seções eleitorais este ano em Rio Branco: a redução do número de eleitores por seção após a campanha de redistribuição do eleitorado, realizada em 2015; a criação de novas seções eleitorais; e o número reduzido de candidatos a serem votados, diferentemente das eleições gerais, quando o eleitor precisou digitar números de cinco candidatos.

“O nosso primeiro objetivo era trabalhar para ter uma eleição segura e isso nós tivemos. Não houve nenhum incidente com urnas eletrônicas ou em seções eleitorais que pudessem comprometer a votação. Tudo ocorreu dentro do planejado pelo Tribunal. O Exército e as polícias Militar, Civil e Federal cumpriram o seu papel de forma exemplar”, enfatizou.

Com informações do TRE

Comentários

comentários