Mulher é morta pelo marido por ter pedido separação e divisão dos bens, em Rio Branco

0

Uma mulher foi assassinada em Rio Branco por ter pedido a separação do marido e a divisão dos bens adquiridos enquanto estavam casados. O próprio marido, que ainda não teve o nome revelado, é o principal suspeito do crime. Marli dos Santos foi morta com um tiro no Ramal do Riozinho do Rôla, região da Estrada Transacreana.

Segundo informações da polícia, Marli foi morta com um tiro de espingarda efetuado pelo própio marido que encontra-se foragido após o crime.

Ainda segundo a PM, Marli teria pedido a separação ao marido e que iria querer metade dos bens do casal, incluindo uma fazenda. Inconformado, o marido pegou uma espingarda calibre 20 e efetuou um disparo à queima-roupa contra a mulher, que não resistiu aos ferimentos e morreu antes da chegada do socorro médico.

O corpo de Marli foi encontrado por vizinhos que acionaram a polícia. Uma equipe de peritos do Instituto de Criminalística da Polícia Civil foi até o local e comprovou que a vítima foi executada com um tiro à queima-roupa. O corpo foi conduzido ao IML para os decidos procedimentos de rotina.

O homicídio é mais um caso de feminicío ocorrido no Acre e que será investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O autor do crime encontra-se foragido. Até o fechamento desta edição, o principal suspeito do crime ainda não havia sido preso.

Comentários

comentários