Operação Midas: MP oferece nova denúncia contra empresas e servidores da Emurb

0

O Ministério Público do Acre (MP/AC) formulou uma nova denúncia processual na Operação Midas, que apura crimes financeiros na Empresa Municipal de Urbanização de Rio Branco (Emurb).

O pedido foi formulado pelos promotores que integram o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

A nova fase da operação investiga de forma mais profunda uma série de supostas práticas supostas criminosas feitas pelo ex-presidente da Emurb, Jackson Marinheiro, apontado como chefe do esquema.

Outros funcionários da Emurb e empresas privadas também estão sendo investigados. Segundo o Ministério Público, o esquema funcionava além do que já se percebia antes. Havia atuação dos denunciados sobre os contratos para a locação de caminhões que prestavam serviços para a empresa municipal. E as fraudes envolviam várias empresas privadas. Tudo era documentado.

Comentários

comentários