Bruno Borges e família não responderão a nenhum processo, diz delegado

0
Polícia já não investigava o caso/reprodução

Durante coletiva de imprensa realizada na Direção Geral da Polícia Civil do Acre, na tarde desta sexta-feira (11), o delegado Alcindo Junior afirmou que o desaparecimento de Bruno Borges, já não era mais investigado. O jovem, de acordo com Alcindo, não responderá nenhum processo na esfera criminal. Ele deve prestar esclarecimentos na próxima semana.

“Após duas semanas de investigações, chegamos na conclusão que não havia nenhum viés criminosos, não tinha um delito praticado. Existia naquele momento, a comprovação que era uma ausência planejada e programada por ele. Não há qualquer tipo de responsabilização ao Bruno ao a qualquer outro familiar”, disse.

O estudante de psicologia de 25 anos passou cerca de 5 meses desaparecido. Borges voltou para casa na manhã de hoje, e ainda não concedeu entrevista a nenhum veículo de comunicação. Seu primeiro livro, traduzido e lançado em todo o Brasil, entrou na lista das obras mais vendidas, elaborada pela revista Veja. A arrecadação ultrapassou R$ 1 milhão.

Comentários

comentários