Acre terá espaço de atendimento para autistas, anuncia governo

0

O governador em exercício, Major Rocha, participou na noite desta terça-feira, 16, de uma palestra sobre o autismo, suas características e diagnósticos. E durante o evento, o gestor anunciou que o Acre terá um espaço exclusivo para atendimento do autismo.

“Conversei com o governador Gladson Cameli, e ele muito sensível, pediu para encontrarmos o local que se encarregaria do projeto. E em breve, ele será entregue para dá mais dignidade no tratamento e acompanhamento dos nossos autistas”, anunciou.

Rocha disse ainda que para construir o espaço, vai buscar angariar recursos junto a bancada federal, para que possa ser construído um local, equipado, com condições de acolher as famílias e proporcionar mais qualidade de vida as crianças acreanas.

O governador destacou também que o Estado está sensível as necessidades da população acreana. “O Acre vive um novo momento, não só para o autismo, mas para todos que precisam do Estado. Estamos trabalhando para melhorar a vida dos que mais precisam”, ressaltou.

O secretário da Justiça e Segurança Pública, Paulo Cézar, destacou que a ideia é proporcionar a sociedade em geral conhecimentos que possibilitem as pessoas estarem atentas a questão do preconceito. “Esse foi o maior evento já realizado no Estado para debater sobre o autismo. Nós estamos otimistas para esse novo olhar que as pessoas estão começando a ter”, comentou.

Conheça, entenda, respeite e inclua

A palestra “Vamos falar sobre Autismo?”, promovida pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública (Sejusp), foi realizada em Rio Branco, no salão cultural da Faculdade da Amazônia Ocidental (FAAO).

A primeira-dama do Estado, Ana Paula Cameli, também prestigiou o evento. Engajada em causas sociais, ela ressaltou que atividades como essa, ajudam a sociedade a entender e lidar melhor com assuntos pouco conhecidos como é o caso do autismo.

“Uma das minhas missões é contribuir com o desenvolvimento social e emocional das nossas crianças e adolescentes. E acredito, que ao trazer especialistas que abordem sobre um tema tão importante quanto o autismo, temos a oportunidade de conhecer melhor as características, e assim, promover a inclusão dessas crianças”, ressaltou.

A iniciativa foi promovida com intuito de disseminar conhecimentos sobre o que é o autismo ou Transtornos do Espectro Autista (TEA), e, assim diminuir o preconceito e consequentemente gerar a inclusão.

A palestrante Bruna Borges, médica neuropediatra, abordou sobre o que é o Transtornos do Espectro Autista e explicou quando se deve procurar um especialista. Segundo ela, somente conhecendo o TEA é que se pode criar iniciativas que levem a socialização e inclusão.

” O Transtorno do Espectro Autista é uma doença neuro-comportamental, por isso, é preciso conhecer o assunto para que se possa fazer um diagnóstico precoce, porque ele é fundamental, para um melhor prognóstico e acompanhamento”, destacou.

O Autismo

De acordo com a especialista, o TEA é um transtorno que causa problemas no desenvolvimento da linguagem, nos processos de comunicação, na interação e até no comportamento social da criança.

A neuro explicou ainda que não existe um único exame e nem uma única característica clínica, que defina o autista e isso faz da doença um mistério. ” São características que variam de paciente para paciente. Não tem uma característica física ou única em cada paciente, por isso, dizemos que o TEA não tem faces”, explica a médica.

Além da neuropediatra, palestraram ainda a psicóloga Mariana Gouveia e o cartunista e escritor Rodrigo Tramonte. Ele é autor do livro: Humor Azul: O lado engraçado do Autismo. A obra já foi exposta em vários estados brasileiros e pela primeira vez foi vendida no Acre.

Ascom

Comentários

comentários