Paciente aguarda consulta com guarda-chuva para se proteger de goteiras dentro de hospital no AC

0

Se na capital o serviço público de saúde ofertado pelo governo é precário, nos municípios do interior do Acre a situação é bem pior. Em Senador Guiomard, distante cerca de 24 quilômetros de Rio Branco, um paciente precisou usar um guarda-chuva para não se molhar com a água da chuva que caia nas goteiras enquanto aguardava para ser atendido na recepção do Hospital Estadual Ary Rodrigues. Uma foto divulgada nas redes sociais nesta sexta-feira (8) mostra a cena inusitada.

Os moradores de Senador Guiomard reclamam das péssimas condições do prédio onde funciona o único hospital da cidade que é de responsabilidade do Estado. A dona de casa Maria Cristina relata que todas as vezes que chove a recepção e outros setores da unidade de saúde ficam completamente inundados. Ela também reclama da falta de médico, problema comum nos hospitais dos municípios acreanos.

“Toda vez que chove é assim, parece que chove mais dentro do que fora. Dentro das enfermarias também fica tudo cheio de água. Outra pouca vergonha é a falta de médico também. Nunca tem um médico pra atender ninguém. Não tem médico, não tem remédio, não tem nada. Deveria fechar logo, já que não tem nada”, disse a moradora.

A reportagem da Folha do Acre tentou contato com a direção do hospital, mas até a publicação desta edição as ligações não foram atendidas. A assessoria de comunicação da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) também não retornou as nossas solicitações de informações sobre o caso. Enquanto isso, os pacientes que procuram atendimento médico no Hospital Ary Rodrigues continuam obrigados a passar por essas situações.

Comentários

comentários