Ex-prefeito acreano é condenado por não pagar luz e água de prefeitura

0

O Juízo da Vara Cível da Comarca de Plácido de Castro julgou parcialmente procedente o pedido e condenou o ex-prefeito de Plácido de Castro, Paulo da Silva por ter cometido ato de improbidade administrativa, quando não quitou contas de luz e água.

Na sentença, a juíza de Direito Luise Kristina fixou as seguintes condenações para o ex-gestor: “a) suspensão dos direitos políticos por seis anos; b) proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de cinco anos”.

O ex-prefeito foi denunciado pelo Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) por não ter quitado contas de energia elétrica do município. Segundo o Ministério Público, o ex-prefeito não tomou providência para finalizar o diminuir a inadimplência com a empresa, no período entre os anos de 2005 e 2012. Na denúncia também é dito que o município está inadimplente há uma década no pagamento das contas de água.

Com informações da Tribuna

Comentários

comentários