Ambulância do Samu está parada há 2 meses e servidor sugere que paciente vá de táxi ao hospital

0

Mais um caso de descaso público foi registrado na cidade de Jordão, interior do estado do Acre. A única ambulância do Samu na cidade está parada há dois meses por falta de manutenção na troca de óleo. A informação foi confirmada pelo presidente do Sindicato dos Motoristas de Ambulâncias, José Aiache.

Segundo moradores da cidade, pacientes gravemente feridos e que fazem Tratamento Fora de Domicílio dependem da ajudar de parentes e amigos que possuem carros ou precisam gastar com táxi para receber atendimento médico.

Infelizmente é um problema recorrente. Os trabalhadores não têm culpa. Quando buscamos satisfações, os encarregados agem com certa frieza e até desdém”, diz Aiache.

O presidente do sindicato afirmou ainda que o chefe da manutenção das ambulâncias do Samu sugeriu que os pacientes alugassem táxis, pois o Estado está sem dinheiro para manutenção dos veículos.

“Ultimamente, o chefe da manutenção nos disse que o Estado não tem dinheiro e os pacientes deveriam ir de táxi para o hospital. Foi uma declaração desumana, especialmente para familiares de pacientes que enfrentam doenças graves e não tem condições financeiras”, concluiu.

Comentários

comentários