Vítima de embarcação que explodiu morre na UTI do Hospital do Juruá

0
Embarcação estava carregada de combustível

José Lázaro da Silva, 32 anos, que teve grande parte do corpo queimada durante explosão de uma balsa carregada de combustível em Rodrigues Alves (AC), morreu na noite de terça-feira (11), na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital do Juruá, em Cruzeiro do Sul (AC).

O homem teve queimaduras de 2º e 3º grau e encontrava-se em estado gravíssimo. O laudo da morte foi por septicemia com queimadura em 90% do corpo.

A septicemia, também conhecida como sepsis, é uma infecção generalizada grave que se espalha por todo o corpo. Germes patogênicos, provenientes de um foco infeccioso, pré-existente, invadem a corrente sanguínea e todo o organismo. É conhecida também como infecção generalizada.

O acidente aconteceu no dia 27 de setembro, próximo ao Porto de Rodrigues Alves. O barco transportava combustível de forma irregular para Porto Walter (AC). A outra vítima, Osmir Pinheiro, 37 anos, também sofreu queimaduras, de 1º grau, e ficou internado na observação do Hospital do Juruá, mas foi liberado.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a embarcação que explodiu não tinha autorização para realizar o transporte de combustíveis e derivados, e nem os trabalhadores eram capacitados para manipular o material inflamável.

Com informações do Juruá Online

Comentários

comentários