Ilderlei participa de lançamento do Programa Vigia, criado pelo ministro Sérgio Moro

0

Pela primeira primeira vez no Acre, o ministro da Justiça Sérgio Moro lançou nesta segunda-feira, 18, em Cruzeiro do Sul, o Programa Vigia e a criação do Grupo Especializado de Fronteira (Gefron). O prefeito Ilderlei Cordeiro acompanhou a solenidade junto ao governador Gladson Cameli e demais autoridades.

“O Projeto Vigia agrega treinamento, capacitação e ação integrada. Nos estados que ele foi implementado, os resultados foram muitos, pois evita a entrada de criminosos da fronteira”, destacou o ministro.

Durante a solenidade, Sérgio Moro anunciou investimentos no aparelhamento das forças de segurança do Acre com a vinda de mais um helicóptero. Deste modo, o Estado vai contar com três helicópteros para atuar na fiscalização e repressão.

Segundo o governador Gladson Cameli, tudo que o Estado puder fazer para garantir o direito de ir e vir dos cidadãos, será feito. “Agradeço o apoio da nossa Bancada Federal por assegurar recursos para o nosso Estado. Não tenho dúvidas de que com o apoio do governo Jair Bolsonaro e de toda a sua equipe, nós vamos, sim, garantir um futuro promissor para a população”, destacou.

O Acre é o primeiro estado do Norte a aderir ao Programa Vigia, desenvolvido no Paraná, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. O Vigia é um sistema de monitoramento das fronteiras internacionais nos estados, que busca blindar a entrada de armas, drogas e produtos contrabandeados pelas fronteiras. Entre as linhas de atuação estão as operações integradas, aquisição de equipamentos, capacitações e bases operacionais com integração de sistemas.

“Estamos vendo a integração dos poderes para cada dia mais cuidarmos da segurança da nossa região. Um trabalho intensivo de combate ao tráfico e a criminalidade na nossa região e a melhoria da qualidade de vida dos cruzeirenses”, frisou o prefeito Ilderlei Cordeiro.

A solenidade contou a presença dos senadores acreanos, Márcio Bittar, Sérgio Petecão, Mailza Gomes e deputado federal Alan Rick, entre outras autoridades.

Ascom

Comentários

comentários