Câmara aprova projeto para pavimentação das ruas de Cruzeiro do Sul e prefeito agradece apoio

0

Vitória para a população de Cruzeiro do Sul. O projeto de financiamento de R$ 15,5 milhões, proposto pelo prefeito Ilderlei Cordeiro, foi aprovado pela maioria dos vereadores nesta segunda-feira, 8.

O recurso, financiado ao Município pela Caixa Econômica Federal, será utilizado para recuperação e pavimentação de mais de 100 quilômetros de ruas, em Cruzeiro, bem como para investimentos em saneamento.

Com a aprovação da proposta no Legislativo, o Executivo está apto para iniciar o investimento. O projeto foi aprovado com sete votos favoráveis a seis contra. Autor da proposta, o prefeito Ilderlei Cordeiro fez questão de agradecer os parlamentares pelo apoio e apostarem no desenvolvimento da cidade.

“Fico muito feliz em saber que posso contar com vereadores dispostos a trabalhar por Cruzeiro do Sul e por mais benefícios para a nossa população. O recurso desse financiamento vai impactar diretamente na vida dos cruzeirenses, que vão poder disfrutar de ruas pavimentadas e mais saneamento. Quanto aos vereadores que votaram contra, a gente lamenta a postura retrograda e reafirma o nosso compromisso pelo desenvolvimento e crescimento da nossa cidade”, salientou o prefeito Ilderlei Cordeiro.

Segundo o presidente da Câmara de Vereadores, Clodoaldo Rodrigues, o projeto foi disponibilizado a todos os parlamentares. “Nós apresentamos o projeto a todos os vereadores e fizemos questão de apresentar a proposta à sociedade. Tudo foi conduzido com muita transparência e respeito”, salientou.

Para o vereador Ocenir Maciel, a proposta traz benefícios à população. “Ao contrário do que foi falado, o projeto também vai contemplar as comunidades rurais. Por isso, pelos benefícios para a população, votei favorável a proposta”, frisou.

Com o recurso, a Prefeitura de Cruzeiro do Sul vai pavimentar em torno de 100 quilômetros de ruas. A gestão gasta mensalmente cerca de R$ 200 mil com serviços de tapa-buracos. O investimento vai garantir o recapeamento definitivo das vias, sem que o trabalho tenha que ser refeito, beneficiando diretamente a população.

Vale salientar que o pagamento do financiamento não irá onerar os cofres do município, pois as parcelas que a gestão vai pagar possuem praticamente o mesmo valor do que é gasto com tapa-buracos.

Ascom

Comentários

comentários