MPE abre investigação contra ‘Tonheiro’, ex-prefeito petista do Bujari

0

O calvário do ex-prefeito de Bujari, Antônio “Tonheiro” Raimundo de Brito Ramos (PT) está longe do fim. Depois de afastado do mandato pode decisão judicial e ainda respondendo a ação judicial, agora terá abrir uma nova frente de defesa: O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) abriu uma investigação para apurar uma outra possível falta do ex-prefeito.

Conforme consta na Portaria n.° 0006/2018/PJC/BUJ (P.P. nº: 06.2018.00000235-7), o Tribunal de Contas do Estado do Acre (TCE) encaminhou, a pedido do MPAC, um Acórdão com decisão em desfavor de Tonheiro.

Os autos remetidos mostram que o então prefeito não enviou a Prestação de Contas relativa ao exercício de 2014. Como a omissão no dever de prestar contas é considerada uma irregularidade, e foram consideradas irregulares pelo TCE-AC, isso “constitui-se em Ato de Improbidade Administrativa que atenta contra os princípios da administração pública”.

Em face disso, foi aberta a investigação para apurar a “suposta improbidade administrativa praticada pelo referido ex-prefeito municipal”. E com isso, o ex-prefeito vai ter de iniciar a defesa em um nova frente de investigação.

Segundo informações, Tonheiro ainda tem de comparecer mensalmente ao Fórum da cidade e assinar um termo de comparecimento judicial para justificar residência e ocupação. Tudo por conta ainda do processo que resultou no afastamento dele da prefeitura.

Comentários

comentários