12 julho 2024

Trio é condenado pela morte de ex-presidiário e pega quase 120 anos de prisão

Por Aikon Vitor, da Folha do Acre

Date:

Em uma decisão do Tribunal do Júri Popular da 1ª Vara em Rio Branco, Acre, três homens foram condenados pelo assassinato de Dejesus Souza de Farias, um ex-presidiário vinculado a uma facção criminosa. O homicídio aconteceu na Rua Beija-Flor, localizada no Bairro Eldorado, uma região alta da capital acreana. A sentença foi proferida na terça-feira, 18 de junho.

Os condenados, Patrick Lima de Oliveira, Maicon Thallys Andrade dos Santos e Jonas Pereira Neves Filho, acumularam penas que somam mais de 117 anos de prisão. Jonas Pereira Neves Filho foi condenado a 45 anos, 8 meses e 15 dias. Maicon Thallys Andrade dos Santos recebeu uma pena de 39 anos e 2 dias, enquanto Patrick Lima de Oliveira foi sentenciado a 33 anos e 5 meses. As informações foram confirmadas pela TV5.

Conforme o Ministério Público do Acre, os réus invadiram a residência de Dejesus Souza de Farias durante a madrugada, executando-o com tiros e facadas na frente de sua esposa, que conseguiu sobreviver ao atentado após ser ferida de raspão na cabeça. O crime foi motivado pela venda não autorizada de entorpecentes por parte da vítima.

No decorrer do julgamento, todos os acusados negaram participação no crime.

Últimas