24 julho 2024

Trabalhador tem moto apreendida, é multado em R$ 10 mil e faz apelo a Gladson para não passar fome

Por Aikon Vitor, da Folha do Acre

Date:

Um trabalhador autônomo em Rio Branco se encontra em meio a uma batalha burocrática após a apreensão de sua carrocinha adaptada, moto e carga durante uma entrega na última sexta-feira. O incidente levanta questões sobre fiscalização e suporte governamental para trabalhadores informais na capital acreana.

Jacinto Santo da Silva, relata que foi abordado pela Rbtrans, sob a alegação de que sua carrocinha, feita artesanalmente por ele mesmo, não possuía placa de identificação e nem numeração no chassi.

A situação se complicou quando ele descobriu que a multa relacionada à apreensão totalizava R$10.026, uma quantia significativa para alguém que depende de bicos para sobreviver. Apesar de buscar ajuda em diversos órgãos públicos, como Defensoria Pública, Ministério Público e Prefeitura, o trabalhador se viu sem solução.

A única assistência veio da Assembleia Legislativa do Estado do Acre (Aleac), que sugeriu buscar apoio na mídia para ampliar a visibilidade do caso. No entanto, as tentativas de recurso contra as multas foram infrutíferas, com autoridades informando que somente o governador teria poder para intervir.

Enquanto isso, o trabalhador enfrenta dificuldades financeiras e burocráticas para recuperar seus meios de trabalho, Santos alega que sem sua moto e sua carrocinha, ele está passando dificuldades financeiras e que corre o risco de passar fome junto com sua família.

Últimas