24 julho 2024

Rio Branco deve ter aumento de ondas de calor nos próximos meses, alerta Defesa Civil

ContilNet

Date:

Com o fenômeno El Niño, todo o país sofreu com a ocorrência de diversos eventos climáticos, entre eles, enchentes e ondas de calor. No Acre a situação não vem sendo diferente. Após uma seca extrema vivida em 2023, a capital acreana sofreu com a inundação do Rio Acre em fevereiro de 2024, e agora, se prepara para mais um período de estiagem.

De acordo com o diretor de Administração de Desastres da Defesa Civil em Rio Branco, tenente-coronel Cláudio Falcão, a previsão é de uma seca ainda mais severa para os próximos meses, e também, aumento nas ondas de calor.

“A tendência é que aumente cada vez mais. Nós vamos passar por momentos mais quentes ainda do que já estamos passando agora”, alerta.

As altas temperaturas poderão causar diversos riscos, em especial à saúde, ressaltou Cláudio Falcão.

“As consequências são principalmente para a saúde, pois o calor muito grande vai deixar todo mundo muito fadigado, sem condições de dormir. As doenças acabam aumentando, independente de fumaça, só o fato da baixa humidade e dá má qualidade do ar, isso já piora a saúde”, explica.

O tenente-coronel pontuou, também, o aumento no consumo de energia e de incêndios prediais e residenciais. “As pessoas usam mais os aparelhos elétricos e a rede às vezes não comporta a fiação elétrica. Tudo isso são consequências e prejuízos”, enfatizou.

Falcão aconselhou, ainda, que as pessoas adotem cuidados básicos durante o período de calor intenso, como uso de protetor, evitar exposição ao sol, se possível, se hidratar, e também, evitar atear fogo, tendo em vista que com as altas temperaturas as chamas podem perder o controle muito rápido.

Últimas