23 junho 2024

Progressistas anunciam aliança com PL em evento sem a presença de Socorro Neri

Por Aikon Vitor, da Folha do Acre

Date:

Neste sábado (25), o partido Progressistas oficializou sua aliança com o PL e apresentou a chapa Tião Bocalom/Alysson Bestene durante um evento na sede do partido em Rio Branco. A ausência notável foi a da deputada federal Socorro Neri, ex-presidente da Executiva Municipal da sigla, que se encontra em Brasília cumprindo compromissos oficiais.

Aberson Carvalho, atual presidente municipal dos Progressistas e secretário de Educação, explicou a ausência de Neri, atribuindo-a a uma agenda intensa em Brasília. “A Socorro está cumprindo um mandato. Ela é presidente da Comissão de Mudanças Climáticas. Ela teve uma agenda intensa em Brasília. Mas isso não significa dizer que ela não está junto ao PP. Socorro é Progressista”, afirmou Carvalho.
Carvalho fez questão de dissipar rumores sobre um possível rompimento político de Neri com o partido. “Não podemos tornar uma questão de trabalho em um ato político. Não é por esse lado. Ela não estar aqui não quer dizer que isso representa um rompimento. Não existe rompimento”, assegurou.
Neri, que anteriormente havia manifestado oposição à aliança dos Progressistas com o PL, não participou da cerimônia que confirmou o apoio do partido à reeleição de Tião Bocalom (PL) e à oficialização de Alysson Bestene como vice-candidato para as eleições de 2024. De acordo com Carvalho, a deputada estará em campanha pelo partido nos próximos dias nos municípios do Acre. “Ela é Progressista, é partidária e deverá estar nos próximos dias em andanças no Acre nas candidaturas do partido nos municípios”, reiterou.
Apesar de seu compromisso com o partido, Neri expressou publicamente sua insatisfação com a aliança entre PP, PL e União Brasil. Ela defendeu a candidatura própria de Alysson Bestene desde o ano passado, acreditando que o partido tem relevância suficiente para liderar a chapa. Em uma recente coletiva de imprensa, Neri declarou que não apoiará a aliança e que não pretende estar no mesmo palanque político de Bocalom.
“É irracional compreender que uma deputada federal não tenha o direito de colocar o seu nome à disposição do partido para que este não fique sem candidato próprio na capital do estado e receba como única resposta para o seu gesto mais uma forte tentativa de desmoralização pública, patrocinada pelos dirigentes locais do PP. Então, assim como a senadora Mailza fez em 2022 na tribuna do Senado, começo esta coletiva nomeando estas práticas pelo que elas são: violência política de gênero, que não apenas não podem ser praticadas como devem ser coibidas pelos dirigentes políticos partidários.” disse a deputada federal em uma recente coletiva, onde ainda afirmou que sofreu uma violência política de gênero pelos próprios membros de seu atual partido.
Carvalho destacou que as especulações sobre uma possível saída de Neri do partido são infundadas. Afirmando que a ausência de Socorro Neri não indica sua saída do PP. E que ela continua sendo uma figura importante dentro do partido e ainda salientou que eles estão confiantes de que ela estará engajada nas próximas etapas da campanha.
Com a oficialização da chapa Bocalom/Bestene, os Progressistas buscam fortalecer sua posição nas eleições de 2024, apesar das divergências internas e da ausência temporária de uma de suas principais lideranças.

Últimas