23 junho 2024

Presidente do Iapen não comparece após ser convocado por deputados para se explicar

Por Aikon Vitor, da Folha do Acre

Date:

Na tarde de hoje, a Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa aguardava a presença do presidente do Iapen, Alexandre Nascimento, para esclarecimentos sobre denúncias de assédio moral. No entanto, Nascimento não compareceu, gerando revolta entre os parlamentares presentes.

Edvaldo Magalhães, do PCdoB, classificou a ausência como um “completo desprezo com a Assembleia”, ressaltando a falta de justificativa por parte de Nascimento. “Estamos presenciando uma atitude de completo desprezo”, afirmou Magalhães, destacando a necessidade de medidas mais enérgicas por parte da Casa.

O deputado Gene Diniz, do PP, concordou com a posição de Magalhães, enfatizando a importância de convocar o presidente do Iapen e garantir sua presença. “O que temos que fazer é aguardar uma convocação e ele tem que comparecer, senão vai sofrer os rigores da lei”, declarou.

Também se manifestando sobre o ocorrido, o deputado Pablo Bregense destacou o “desrespeito total” de Nascimento com a Assembleia, instando a adoção de medidas firmes diante da situação. “Não podemos deixar que esse parlamento passe este tipo de vergonha”, afirmou Bregense.

Michelle Melo, do PDT, trouxe à tona a questão do assédio moral e sexual, sugerindo um padrão de comportamento por parte de Nascimento. “Quem lida com assédio moral e sexual, a gente entende o padrão desses homens”, comentou.

O presidente da Comissão de Segurança Pública, Arlenilson Cunha, expressou sua decepção com a atitude de Nascimento, destacando a importância do contraditório e da ampla defesa. “Eu me sinto envergonhado porque é um colega de farda. Todos que foram convocados compareceram, mas hoje tivemos um momento inédito”, lamentou Cunha, reforçando a necessidade de convocação do presidente do Iapen para esclarecimentos na Casa.

Últimas