23 abril 2024

Gonzaga, Nicolau e Longo se reúnem com presidente do Sistema OCB para debater fortalecimento do cooperativismo

Assessoria

Date:

O presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Luiz Gonzaga, o vice-presidente, Pedro Longo, e o primeiro-secretário da Casa, Nicolau Junior, se reuniram na segunda-feira (1) com o presdiente do Sistema OCB do Acre, Valdemiro Rocha, para tratarem sobre o fortalecimento do cooperativismo no Acre.

Na oportunidade, foram apresentados resultados do setor cooperativista no estado dos ramos da Produção; Agricultura Familiar; Saúde; Trabalho, Bens e Serviços; Crédito. No Acre, 66 cooperativas ativas e regulares são ligadas ao Sistema OCB, juntas elas têm mais de 40 mil cooperados, contribuindo com o desenvolvimento econômico e social do estado.

O presiente Luiz Gonzaga destacou a importância do cooperativismo para o crescimento da economia acreana e parabenizou o presidente Valdemiro Rocha pela condução à frente do Sistema OCB no Acre.

“A Assembleia Legislativa sempre tem estado ao lado do povo acreano e a OCB faz um trabalho maravilhoso de fortalecimento das cooperativas, do setor produtivo, contribuindo para a geração de emprego e renda, geração de riquezas para o Estado, e nós estamos prontos para ajudar, não só o presidente, mas o primeiro secretário e todos os parlamentares, inclusive, temos uma Frente Parlamentar de Apoio ao Cooperativismo na Aleac que tem como presidente o deputado Pedro Longo, que está atento as demandas deste setor e tem ajudado bastante com essa interlocução. A Assembleia é parceira do cooperativismo pela importância que o setor tem, e nós reconhecemos essa importância”, disse o presidente da Aleac.

O primeiro-secretário da Aleac, deputado Nicolau Júnior, ressaltou o potencial do cooperativismo no Acre e afirmou que a Aleac estará sempre à disposição para apoiar os trabalhadores acreanos.

“Nós precisamos valorizar a produção e a riqueza local, o cooperativismo cresceu muito nos últimos anos, temos cooperativas aqui, como a Cooperacre, que já exporta para mais de 10 países e gera renda para mais de 3 mil famílias, o potencial do cooperativismo é muito grande e nós estamos aqui para apoiar essa iniciativa”, disse.

De seu lado, o presidente da Frencoop, deputado Pedro Longo, pontuou projetos de lei que estão em tramitação na Aleac e que vão ajudar a impulsionar o cooperativismo, como de regularização ambiental e fundiária.

“Meu mandato tem apostado e apoiado fortemente o cooperativismo e o associativismo porque acredito que temos que trabalhar de forma coletiva, neste sentido, ressalto o trabalho sério que a OCB faz no Acre para fortalecer as cooperativas dos mais diversos ramos e de todos os municípios. Na Aleac, estamos trabalhando em proposições que vão ajudar nossos produtores com ações de regularização fundiária e ambiental que podem ajudar a impulsionar o cooperativismo”, pontuou.

Estiveram presentes dirigentes de instituições parceiras do cooperativismo no Acre, entre eles o superintendente do Incra, Márcio Alecio; a superintendente da Conab, Alessandra Ferraz; o superintendente do MDA, Cesário Braga; o superintendente da Secretaria do Patrimônio da União (SPU); Tiago Mourão; o presidente da Emater, Rynaldo Lúcio; o superintendente do Sistema OCB no Acre, Emerson Gomes; representando as cooperativas participaram: Sicoob Credisul, Murilo Souza; Unimed Rio Branco, Antônio Herbert Militão; Coopafes, Agnaldo Souza da Silva; Servicoop, Aloísio Inacio da Silva; Acreverde, Fátima Maciel; Cooperativa Amigos Solidários, Elida Guimarães; Transterra, Vildomar Silva; Coopermóveis, Jorge Melo; Cooperparquet, Joelma Brasil Lima; Coopaf, Josinete Mendes; Sicredi, Welligton Julio Silva; o Conselheiro do Sescoop, Ernandes Negreiros.

Últimas