23 abril 2024

TJ se manifesta após cancelamento de prova por erro da banca e promete medidas corretivas

Redação Folha do Acre

Date:

Após o cancelamento da prova para o cargo de Analista Judiciário, área judiciária, do Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC), agendada para este domingo, 24 de março, devido a um erro da banca examinadora, a administração do Tribunal emitiu uma nota de esclarecimento.

Conforme o órgão, o problema decorreu especificamente na questão discursiva para o cargo de Analista Judiciário – área judicial/judiciária. Os cadernos de prova foram entregues incompletos, sem as questões e páginas para rascunho, inviabilizando a realização adequada do exame, conforme relataram os candidatos afetados.

“A Comissão Gestora do Concurso deliberou o cancelamento da aplicação da prova especifica para este cargo. A decisão pela anulação foi tomada com base nos princípios da transparência, igualdade e lisura, que norteiam a atuação do TJAC”, diz a nota.

Isabelle Sacramento, presidente da Comissão Gestora do Concurso, lamentou o ocorrido e assegurou que medidas corretivas estão sendo adotadas para a reaplicação da prova com a maior brevidade possível.

Com um total de 16.289 inscritos para as 91 vagas disponíveis e 1.460 cadastros de reserva para os cargos de nível médio e superior, o concurso do TJ-AC era um dos mais aguardados na região. Pela manhã, as provas foram realizadas para os cargos de nível médio sem incidentes relatados.

Confira nota na íntegra

Nota de Esclarecimento

A Administração do Tribunal de Justiça do Estado do Acre (TJAC), tendo em vista os problemas ocorridos na aplicação da prova do concurso de servidores deste tribunal, realizada pelo Instituto Verbena, esclarece:

O problema decorreu especificamente na questão discursiva para o cargo de Analista Judiciário – área judicial/judiciária.

A Comissão Gestora do Concurso deliberou o cancelamento da aplicação da prova especifica para este cargo.

A decisão pela anulação foi tomada com base nos princípios da transparência, igualdade e lisura, que norteiam a atuação do TJAC.

Lamentamos o ocorrido e informamos que as medidas cabíveis já estão sendo adotadas no sentido de reaplicar a prova com a maior brevidade possível.

Isabelle Sacramento
Presidente da Comissão Gestora do Concurso

Últimas