12 junho 2024

Startups incubadas pelo Ifac vencem programa Inova Amazônia

Assessoria

Date:

A premiação aconteceu no dia 29 de janeiro, em Rio Branco; os vencedores receberam entre R$ 30 mil e R$ 10 mil pelos 1º, 2º e 3º lugar

Três startups incubadas pelo Instituto Federal do Acre (Ifac) foram vencedoras do DemoDay Inova Amazônia, realizado pelo Sebrae Acre, no último dia 29 de janeiro. Altaneira Piscicultura, Cicapet e Nexplas foram os empreendimentos que alcançaram os 1º, 2º e 3º lugar da competição, garantindo as premiações de R$ 30 mil, R$ 20 mil e R$ 10 mil.

Atualmente, a Incubadora de Empreendimentos do Ifac (Incubac) é a única incubadora do Acre. Junto ao Ifac são cinco polos, que estão localizados nos municípios de Rio Branco, Sena Madureira, Tarauacá e Xapuri. As unidades têm o objetivo de estimular a criação e desenvolvimento de novos negócios geradores de impacto social e/ou ambiental, a partir de produtos/serviços inovadores voltados para o desenvolvimento regional.

A startup Altaneira Piscicultura, representada pelo estudante Eduardo Felix, conquistou o topo do pódio do Inova Amazônia. De acordo com o jovem, o empreendimento vem sendo acompanhado pela Incubac desde o ano de 2023.

“Esse prêmio tem um valor muito maior que o dinheiro. Na verdade, ele demonstra que estamos no caminho certo. O trabalho realizado pela Incubac tem nos ajudado a remodelar o negócio. Além disso, os professores do Núcleo de Inovação Tecnológica do Ifac têm nos auxiliado nesse processo de validação, que é a garantia de aceitação junto ao mercado. O fato de estarmos incubados em um Instituto de Ciência e Tecnologia nos dá a oportunidade de desenvolver a pesquisa em laboratórios e demais estruturas necessárias para o negócio”, destacou Eduardo Félix.

Conforme explica o jovem, a startup Altaneira Piscicultura tem como foco o melhoramento da produção de pescados no Acre, a partir da criação de um gerador de ozônio automatizado. O equipamento, além de eliminar bactérias e retirar metais pesados presentes na água, contribui no aumento da produção de peixes em 10 vezes mais, além de trazer uma economia de milhões de litros de água.

“Nossa ideia é ganhar um mercado muito maior. Temos notícias de peixes morrendo, contaminados e novos parasitas sendo descobertos. Com a nossa proposta, queremos trazer qualidade de vida para as pessoas, por meio de uma produção de carne muito mais saudável e limpa, livre de metais pesados, vírus e bactérias”, afirmou Eduardo Félix.

Últimas