19 junho 2024

“Não fiz nada de errado. Estão me perseguindo”, diz policial civil que denunciou desabamento de teto em delegacia

Por Aikon Vitor, da Folha do Acre

Date:

Após a Corregedoria da Polícia Civil abrir um processo de sindicância contra a agente da instituição Ecilândia Marques, a policial civil envolvida na denúncia do perigo de desabamento na Delegacia da Cidade do Povo se manifestou publicamente em relação ao processo administrativo disciplinar.

Em suas declarações em um vídeo feito e postado em suas redes sociais, ela expressou sua opinião com a abertura da investigação, destacando a importância de sua ação como um alerta para as condições precárias no ambiente de trabalho.

Ao refletir sobre a situação, Ecilândia questionou: “O que que foi que eu fiz de errado? De anormal?” e acrescentou: “Se aquele teto tivesse realmente desabado na minha cabeça? Taria tudo bem, né?”. Ela ressaltou que sua intenção ao divulgar o vídeo era chamar a atenção das autoridades para a urgência de melhorias estruturais na delegacia.

Além disso, Ecilândia afirmou: “Eu não vou ficar calada, não vou, vão me perseguir sim, tão me perseguindo sim, eu sei, mas eu não vou ficar calada!”.

Últimas