16 junho 2024

Cheia na fronteira: com ponte fechada e cidade isolada, trabalhadores faltam ao serviço em Brasiléia

Redação Folha do Acre

Date:

O estado do Acre enfrenta uma crise de acesso entre as cidades de Epitaciolândia e Brasiléia, com centenas de trabalhadores impedidos de atravessar devido a pontos de acesso isolados.

A situação se agrava com a eminencia da suspensão total do tráfego de veículos na ponte. Conforme orientação do prefeito, poderá restar apenas a opção fluvial em casos de extrema emergência.

A intervenção do Exército, que permite a travessia apenas para o pessoal que trabalha em áreas prioritárias, não tem sido suficiente para aliviar os problemas. Segundo relatos, até mesmo o caminhão militar será afetado pela paralisação.

A situação é ainda mais preocupante devido ao nível do Rio Acre, que está a poucos centímetros de atingir a marca de 14 metros na região, ameaçando inundar mais áreas próximas. Enquanto Brasiléia enfrenta quase um isolamento total devido ao bloqueio da ponte, em Assis Brasil, na fronteira com o Peru, o Rio Acre já registra um nível abaixo de 10 metros.

A previsão é de que a vazante inicie na madrugada desta terça-feira, dia 27, aumentando ainda mais a tensão e a preocupação das autoridades e da população local. A situação demanda medidas urgentes para garantir a segurança e o acesso às áreas afetadas.

Informações O Alto Acre

 

Últimas