20 junho 2024

Aeroporto de Rio Branco registrou dois incidentes com aves colidindo em aeronaves

Redação Folha do Acre

Date:

O Acre finalizou janeiro de 2024 com dois incidentes aéreos envolvendo choque com aves na pista, segundo informações do painel de Ocorrências Aeronáuticas da Aviação Civil Brasileira, ligado à Força Aérea Brasileira.

Segundo as informações do Painel Sipaer, que dispõe publicamente informações de incidentes e acidentes aéreos ocorridos no Brasil, no dia 4 de janeiro, às 4:20h, um Boeing 737-800 MAX operado pela Gol Linhas Aéreas decolou de Cruzeiro do Sul, no interior do Acre, e colidiu com aves no momento do pouso no aeroporto Plácido de Castro, em Rio Branco. Não houve danos à aeronave nem aos passageiros, que provavelmente nem tiveram ciência do ocorrido.

No dia 13 de janeiro, outro Boeing 737-800 MAX, também operado pela Gol Linhas Aéreas, decolava do aeroporto Plácido de Castro, em Rio Branco, às 2:51h, com destino ao aeroporto Presidente Juscelino Kubitschek, em Brasília, quando colidiu com aves durante o procedimento de decolagem, sem causar danos à aeronave.

Apenas 5% das colisões com pássaros causam danos às aeronaves, segundo levantamento feito pelo jornal El País em 2017. No entanto, por precaução, todas as aeronaves que sofreram um impacto desse tipo e tem avarias detectadas retornam ao aeroporto mais próximo, os passageiros devem desembarcar e embarcar em outro voo com nova tripulação, o que pode afetar bastante o funcionamento da companhia aérea. Motores de aviões maiores à jato, como os Boeing 737 e Airbus A320, que costumam servir na malha aérea comercial entre o Acre e outros estados, são projetados para suportar um impacto com aves de mais de 3,5 kg, sem que nenhum resíduo perigosamente rápido e afiado seja desprendido do avião.

Apesar da segurança dos aviões, os incidentes de janeiro do aeroporto de Rio Branco podem indicar um aumento na ocorrência de aves na pista, já que em todo ano passado foram registrados apenas 3 incidentes envolvendo aves na pista. Em 2021 e 2022 não foram registrados choques de aeronaves com aves no Acre.

Fonte: Ac24horas

Últimas