20 junho 2024

Jovem é assassinado com tiros à queima-roupa na frente da esposa e da enteada de 1 ano

Redação Folha do Acre

Date:

Um assassinato foi registrado na madrugada desta terça-feira, 23, no Ramal da Zezé, no bairro Belo Jardim 2, no Segundo Distrito de Rio Branco, capital acreana.

O jovem Rafael Cezar Pinto Maçaneiro, de 24 anos, estava em casa dormindo junto a esposa e a enteada de apenas 1 ano de idade. Em determinado momento, a esposa teria escutado barulhos no quintal da sua casa. Inesperadamente, dois homens encapuzados arrombaram a porta da residência e, em posse de armas de fogo, mandaram que a mulher se afastasse.

Nesse momento, os criminosos efetuaram vários disparos contra Rafael. Fernanda ainda disse que um dos criminosos chegou a apontar a arma em sua direção, porém a criança começou a chorar bastante. Logo em seguida, os criminosos fugiram.

Vizinhos que ouviram os disparos saíram para ver o que tinha ocorrido e ajudaram a viúva. Populares acionaram a Polícia Militar que, por sua vez, acionou o Serviço Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Uma viatura de suporte avançado foi enviada para o local do crime, porém, quando os socorristas chegaram só puderam atestar o óbito de Rafael.

A polícia fez um rápido levantamento e descobriu que a vítima já tinha várias passagens pelo sistema judiciário e que, em 2020, foi preso e condenado por tráfico de drogas. A esposa da vítima relatou que mantinha um relacionamento com Rafael por cerca de três meses e disse que ele estaria sendo ameaçado de morte pelas redes sociais.

Ainda segundo a polícia, Rafael Cezar era integrante de uma organização criminosa e sua execução seria motivada pela guerra entre facções.

Agentes da Equipe de Pronto Emprego (EPE), da Polícia Civil, estiveram no local, colheram todas as informações e acionaram os profissionais do Instituto Médico Legal (IML), e todos os procedimentos periciais foram devidamente realizados e o corpo da vítima foi recolhido para o IML de Rio Branco para ser avaliado e, posteriormente, liberado para a família.

O perito criminal relatou que Rafael foi alvejado por vários disparos que atingiram a cabeça, braço, tórax e outras partes do corpo. 11 cápsulas de pistola calibre 9mm foram recolhidas na cena do crime.

As investigações para tentar elucidar esse assassinato deverão ser conduzidas pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Informações A Gazeta do Acre

Últimas