19 junho 2024

Estudante brasileira morre após tropeçar e bater com rosto no chão em Cochabamba, na Bolívia

Redação Folha do Acre

Date:

A estudante de Medicina pernambucana Camila Monteiro, de 30 anos, morreu na praça Cala Cala, na zona norte de Cochabamba, na Bolívia. Segundo o irmão Leonardo Monteiro, ela veio a óbito no domingo (14), após tropeçar e cair gravemente com o rosto no chão. Camila era solteira e vivia na Bolívia há cerca de oito anos.

Comerciantes bolivianos presenciaram a queda que teria provocado uma fratura na mandíbula de Camila e uma convulsão. Uma ambulância foi acionada, mas Camila não resistiu e foi encontrada no local já sem vida.

Agentes da Divisão de Homicídios da Força Especial de Combate ao Crime (Felcc) realizaram a remoção legal do corpo e o transferiram ao Instituto de Investigações Forenses (IDIF) para realização da autópsia legal.

O irmão Leonardo Monteiro informou que está de viagem marcada de Petrolina, no Sertão pernambucano, para Bolívia. Ele disse que por não ter condições de pagar pelo translado do corpo, a família deve optar pela cremação do corpo e as cinzas devem ser trazidas para o Brasil.

Últimas