20 junho 2024

Empresário deixa o Acre após sofrer ameaças de morte de facção por “dívida” de R$ 200 mil

Redação Folha do Acre

Date:

Um empresário de Rio Branco, que preferiu não se identificar com medo de represálias, denunciou nesta quinta-feira (11) que decidiu deixar seus negócios na capital acreana e se mudar para outro estado após ser ameaçado de morte por integrantes de facção criminosa.

De acordo com informações divulgadas pelo site Notícias da Hora, o empresário teria uma suposta dívida de R$ 200 mil reais com seu ex-sócio que teria pedido intervenção nada amigável de uma organização criminosa para poder receber o valor.

Diante disso e com medo de morrer, o empresário conta que precisou fechar sua empresa, que gerava cerca de 30 empregos, e deixar o estado o quanto antes. Ele afirmou ao jornalista Willamis França que viveu momentos de terror e precisou contratar segurança particular.

O empresário explicou ao jornalista o motivo da desavença com o seu ex-sócio e falou sobre as ameaças de morte.

“Ele foi até o escritório conversar comigo, pediu para eu segurar um repasse que eu fazia para ele mensalmente até ele voltar de viagem. E quando ele voltasse esse laço seria encerrado. Só que quando ele voltou ele não me procurou, ele já foi direto atrás da Justiça, acionou na delegacia me denunciando por estelionato e lá na delegacia não deu continuidade, até porque não existiu estelionato. E daí ele foi até a facção e falou que eu estava devendo para ele R$ 200 mil e mandou a facção cobrar e a facção foi até minha casa. Me ameaçou lá, querendo receber esse dinheiro que eu estava devendo, sendo que não devo dinheiro nenhum”, contou ao site Notícia da Hora.

Segundo o empresário, os membros da facção criminosa chegaram a enviar mensagem para ele com ameaças. De acordo com o denunciante, a mensagem dizia:

“Eu tô querendo resolver isso na tranquilidade com você, mas parece que você não tá querendo não, só quero o meu dinheiro e não tem mais nada a ver com o cara lá, eu já investiguei sua vida toda, a minha rapaziada tá pronta pra fazer o que eu quero, e você sabe que não são poucos… você tá de boa no seu trabalho na sua casa com a sua família e eu não tô deixando ninguém mexer aí, eu sei que você tem como pagar isso aí eu quero ver a iniciativa do teu lado até parcelado eu tô aceitando, depois que me pagar você pode seguir teu caminho, eu sou um cara que cumpro com o que eu falo, e não quero saber de justiça não, essa dívida é minha e pronto, eu não quero saber do teu sócio, não quero saber de advogado, só quero saber do meu dinheiro, agora se você quiser me denunciar pode ir lá!! Aí nós ver quem vai sair perdendo, do jeito que você tem conhecimento lá eu tenho mais ainda, fica só ao teu critério!! Vou te dar até segunda-feira pra você se posicionar referente a isso, então tá nas tuas mãos a forma que você quer resolver, eu mandei te procurar em uma boa!! Só te digo uma coisa você não tá falando com nenhum menino não!! Se até segunda você não me procurar, pode contratar o segurança que você quiser que eu vou te mostrar quem sou eu.”

Ainda segundo o empresário, criminosos tentaram atear fogo na sua empresa com uso de coquetel molotov. Imagens do circuito de segurança cedidas ao site Notícias da Hora mostram supostos criminosos tentando intimidar o empresário e “cobrando a dívida” a pedido do antigo sócio.

Antes de deixar o Acre o empresário procurou a delegacia e registrou boletim de ocorrência relatando as ameaças de morte.

A reportagem da Folha do Acre procurou a assessoria da Polícia Civil para saber se há alguma investigação sobre o caso, mas não conseguiu contato.

Últimas