24 fevereiro 2024

Secretária de Direitos Humanos de Rio Branco repudia ação da PM que resultou na morte de enfermeira

Redação

Date:

A secretária de Assistência Social e Direitos Humanos do Munícipio de Rio Branco – SASDH, Rila Freze, usou as redes sociais para fazer um desabafo sobre a ação da Polícia Militar no último sábado, 2, que resultou na morte da enfermeira Gessica Melo.

“Nada mais trará ela de volta e justiça seja feita”, disse Rila Freze.

Veja o que disse a secretaria

“Repudiamos veementemente o ato irresponsável e de violência da equipe de Segurança do Estado que acabou matando Géssica de Melo Oliveira.

Estamos vivenciando a Campanha dos 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra todas as mulheres, de repente nos deparamos com tamanha brutalidade, a violência ocorreu antes, durante e depois de assassinarem uma mulher.

Não bastava a irresponsabilidade e despreparo dos policiais na ocorrência, que simplesmente matou uma mulher que estava doente, uma mãe, uma filha, uma irmã, uma amiga e uma profissional.

Como se não bastasse matar, estão cometendo violência moral com uma mulher que nem aqui está mais para se defender.

Como Géssica estaria manuseando uma arma e dirigindo, sendo que não tinha essa habilidade?

Nada justifica atirar, atirasse nos pneus, caso necessário.

É simplesmente vergonhoso para toda uma cúpula de segurança que é para nos proteger e garantir direitos, estão a nos atacar, pois também me sinto atacada e assassinada também com essa postura de querer a todo custo culpar a mulher pela decisão errada durante a ação.

Nada a trará ela de volta, mas que a JUSTIÇA, seja feita.

Géssica deixa 3 filhos menores, e tudo isso é lamentável.

Por fim, nossa total solidariedade a toda família, de Géssica Melo de Oliveira, pela violência que sofreu que acabou tirando sua vida.

Nos colocamos a disposição”.

Últimas