20 junho 2024

Polícia finaliza inquérito da morte de Nayara Vilela; marido é indiciado por feminicídio e pode ir a júri popular

ContilNet

Date:

O ContilNet apurou e constatou que a Polícia Civil do Acre concluiu nesta semana – mais precisamente na terça-feira (26) – o inquérito que investiga a morte da cantora acreana Nayara Vilela, de 32 anos, encontrada sem vida dentro de sua própria casa no dia 24 de abril, em Rio Branco, na companhia do marido e empresário Tarciso Araújo.

Nossa reportagem entrou em contato com a Delegacia da Mulher (Deam) para obter informações sobre o caso. A responsável pelo órgão, a delegada Kelcinaira Mesquita, confirmou que o inquérito foi enviado para uma das varas do Tribunal do Júri, na quarta-feira (27), depois de ter sido finalizado no dia anterior.

Na ocasião, Mesquita também informou que Tarciso foi indiciado por feminicídio. Agora, depende da decisão do tribunal levá-lo ou não a júri popular.

“O inquérito foi finalizado ainda nesta semana e encaminhado à uma das varas do Tribunal do Júri. Só depois que fazemos o encaminhamento é que temos o número do processo, por isso não consigo dizer qual vara recebeu o inquérito”, destacou.

“O relatório o indiciou por feminicídio. Fica a cargo da vara decidir sobre o pronunciamento ou não”, continuou.

Toda a investigação que, agora, está sob responsabilidade da justiça foi assinado pela delegada Mariana Gonçalves, que está de férias e, por isso, não foi contatada pela reportagem do ContilNet.

Ainda em outubro, o ContilNettambém procurou a Deam para saber em qual etapa estavam as investigações. Na época, a delegada Carla Fabíola informou que o caso estava em segredo de justiça e que “faltavam as diligências finais para ser relatado e encaminhado ao Judiciário”.

“Não vou me pronunciar”

O empresário Tarciso Araújo também foi contatado por nossa reportagem, nesta quinta-feira (28), mas não quis se pronunciar. Apenas informou que queria que o caso tivesse uma conclusão.

“Eu não vou me manifestar, não. Vou esperar a delegada lá [parte inaudível], que a gente foi lá e já queria que saísse o resultado, por isso que a gente foi logo lá”, explicou.

Entenda o caso

O caso de Nayara Vilela chocou não apenas o estado do Acre, mas todo o Brasil. Sua voz cativante e presença de palco carismática haviam conquistado uma base de fãs fiel, tornando-a uma das revelações mais brilhantes da música acreana. No entanto, sua vida foi abruptamente interrompida, e as circunstâncias que cercam sua morte continuam envoltas em segredo.

A cantora e compositora Nayara Vilela, de 32 anos, foi encontrada morta com tiro no peito, na noite de uma segunda-feira, em sua residência no bairro Placas, em Rio Branco (AC). Acreana de coração, Nayara é natural do Mato Grosso, mas escolheu o Acre para expandir sua carreira. Ela ficou conhecida pelo seu talento nos palcos das noites acreanas, em diversos eventos.

Últimas