2 março 2024

Prefeitura de Rio Branco nega ser alvo de operação da PF que investiga fraudes em licitações

Redação Folha do Acre

Date:

A Prefeitura de Rio Branco divulgou nota de esclarecimento para negar notícias divulgadas na imprensa acreana de que seria alvo de investigação da Polícia Federal na Operação Resquícios deflagrada na terça-feira (9).

Confira a nota:

Nota

A Prefeitura de Rio Branco vem publicamente se manifestar de forma veemente contra as notícias infundadas e publicadas em dois sites de notícias nesta terça-feira (7), acusando de forma leviana a atual gestão de estar envolvida em fraudes de licitações, lavagem de capitais e organização criminosa, alvo da Operação Resquícios da Polícia Federal, realizada nos municípios de Porto Walter, Cruzeiro do Sul e Rio Branco.

De acordo com a Polícia Federal, o esquema seria composto por um núcleo político, integrado por agentes públicos que direcionavam e favoreciam empresas em licitações ocorridas em Porto Walter/AC e não em Rio Branco/AC, que supostamente superfaturaram o objeto das licitações e operavam a lavagem de dinheiro, remetendo parte dos valores aos agentes públicos envolvidos.

Importante ressaltar que todos os processos licitatórios de Rio Branco são auditados pelo TCE (Tribunal de Contas do Acre), inexistindo qualquer ressalva quanto às contratações legalmente licitadas, e que meras ilações não se sustentarão ao crivo de avaliações técnicas e isentas feitas pelos órgãos de fiscalização competentes.

A gestão afirma que tomará todas as medidas cabíveis, ante as acusações falaciosas praticadas pelos portais que noticiaram irresponsavelmente a falsa informação.

Por fim, a Prefeitura de Rio Branco informa que está a disposição de todos os órgãos fiscalizadores do Estado, assim como da sociedade em geral, para prestar quaisquer esclarecimentos.

Últimas