21 fevereiro 2024

Adolescente é morto durante confronto com a PM em assalto com reféns em Capixaba

Redação

Date:

Felipe Lucas da Silva, de apenas 17 anos, não resistiu ao ferimento de um tiro no peito após trocar tiros com homens da Polícia Militar e do Gefron em um ramal no interior do município de Capixaba, nas proximidades da divisa com a Bolívia.

Tudo teve início por volta das 7 horas desta terça-feira (21), quando uma propriedade localizada na BR 317, foi invadida por um grupo de pelo menos cinco criminosos que estavam todos encapuzados e armados.

Ao entrarem na casa, render e amarrar as vítimas sob mira de armas, tinha como alvo principal, a caminhonete modelo Toyota/Hilux e um Honda/SRV, além de objetos de valores, celulares, dinheiro e arma.

Foi quando o grupo parte do grupo teria saído com os veículos e deixado as vítimas amarradas. Momentos depois, um teria conseguido se soltar e conseguiu comunicar o ocorrido às autoridades que iniciaram as buscas pelos bandidos.

De posse das informações, foi solicitado o apoio do Grupo Especial de Fronteira – GEFRON. Ao realizarem buscas pelos ramais, se deparam com o grupo no ramal Brasil/Bolívia na caminhonete e ao avistarem os policiais, aconteceu o primeiro confronto ainda pela parte da manhã.

Após intensa troca de tiros, o bando fugiu fazendo com que fossem procurados quase todo o dia pelos ramais. Já pela parte da tarde, por volta das 14 horas quando realizavam buscas, se depararam com um indivíduo andando pelo ramal e ao ser abordado, sacou de um revólver e atirou conta a guarnição que revidou o atingindo no peito e caiu.

Devido a distancia e falta de comunicação, dificultou a solicitação de uma ambulância. Após ser levado ao posto médico na cidade, o jovem identificado como Felipe Lucas da Silva, de apenas 17 anos, não resistiu ao disparo e morreu.

Dando continuidade nas buscas, mais dois comparsas foram localizados e presos, sendo levados para a delegacia. Outros dois estão sendo procurados pelos ramais e até o fechamento, foi informado que os trabalhos estão em abertos e foi solicitado o apoio do Exercito Boliviano, que foi informado para que desse apoio nas buscas dos bandidos no lado boliviano pelos ramais e mata fechada.

Informações O Alto Acre

Últimas