17 julho 2024

Socorro Neri discute conservação ambiental em congresso internacional em Whashington

Assessoria

Date:

A deputada Socorro Neri (PP) participou nesta terça-feira(24) em Whashington (EUA)-como convidada especial e na condição de vice-presidente do Parlamento Amazônico(PARLAMAZ)- da cerimônia de Premiação/2023 do Congresso Internacional do ICCF U.S. Sobre Conservação Ambiental. A premiação, de natureza multilateral, reuniu autoridades climáticas, parlamentares de diversos países, formadores de opinião, empresários e membros do 3° setor engajados na questão ambiental mundo afora. ”Foi uma oportunidade fundamental para discussão e troca de conhecimento numa questão crucial que é a utilização equilibrada dos recursos naturais”, garantiu a parlamentar.

O Congresso, informou a deputada, premiou Jeff Bezos( fundador da Amazon) e sua noiva, Lauren Sánchez, pela fundação da “Bezos Earth Fund”, que investiu $10 bilhões nesta década para proteção da natureza e a criação de uma transição justa para a economia de baixo carbono. O evento ainda homenageou a deputada americana Kay Granger pela liderança firme em investimentos internacionais de conservação e o compromisso de combater o comércio ilegal de animais selvagens nos EUA.

Discurso

Já nesta quarta-feira,25, foi a vez da deputada Socorro Neri proferir um veemente discurso durante o Congresso acerca da questão climática na Amazônia. Ao enfatizar sua origem amazônida, em sua fala a deputada foi categórica: “Estamos vivendo na Amazônia uma situação crítica -o pulmão do mundo sofre com uma seca nunca vista”. E conclamou para que seja feito uma transposição do discurso de parceria com a Amazônia para ações mais concretas, pautadas na ética da responsabilidade e no senso de urgência que o aquecimento global indica. ”É o momento de fazermos o dever de casa”, assegurou.

Para Socorro Neri, esse dever de casa deve ser feito em conjunto pelos países integrantes do bioma amazônico. E destacou que o Brasil voltou ao séc. XXI, já que conta com o presidente Lula, a ministra Marina(do Meio Ambiente)…”e com isto temos um grande dado a apresentar ao mundo: a redução do desmatamento na Amazônia brasileira”. Neri sublinhou também que em grande parte dos estados, inclusive o Acre, houve mais de 80% de redução de desmatamento. ”Há governança em curso”.

Neri salientou ainda que a Amazônia não pode ser tratada sem se considerar as comunidades, os povos originários, indígenas e ribeirinhos”. Trata-se, segundo a deputada, de uma população de mais de 29 milhões de brasileiros que habitam a região amazônica e que precisam de desenvolvimento. Para a parlamentar, a legislação ambiental brasileira é robusta, ”mas precisa vir acompanhada de políticas públicas efetivas que garantam desenvolvimento sustentável da região”.

Fundo Permanente

De acordo com a parlamentar, é preciso contar com fundos de financiamentos permanentes para garantir ações que assegurem a conciliação entre a preservação do bioma amazônico com o devido crescimento econômico da região. Tudo isto, conforme a deputada, passa necessariamente pela via de um fundo permanente de financiamento para as políticas de desenvolvimento sustentável da Amazônia.

Últimas